Justin Bieber é 3ª maior bilheteria da história para documentário

Em 3D, "Never Say Never" já arrecadou US$ 69 milhões em todo o mundo

iG São Paulo |

Divulgação
Justin Bieber: atrás de pinguins e Bush
O filme "Justin Bieber: Never Say Never" fechou a semana como o documentário com terceira maior bilheteria de todos os tempos. Auxiliado pelos ingressos mais caros das cópias em 3D, o longa-metragem sobre a trajetória do ídolo adolescente arrecadou até o momento US$ 69 milhões em todo o mundo, atrás apenas de "A Marcha dos Pinguins" (US$ 77 milhões) e "Fahreinheit 11 de Setembro" (US$ 119 milhões), de Michael Moore.

É possível que "Never Say Never" ainda tenha fôlego para superar o filme sobre os animais no pólo, mas ainda falta um bocado para deixar para trás o libelo de Moore sobre o governo George W. Bush e assegurar a primeira posição.

Nos Estados Unidos, o documentário de Bieber foi relançado no último final de semana em uma versão do diretor, com cerca de 40 minutos de imagens inéditas, que serviu para atrair o público norte-americano para os cinemas mais uma vez.

Não há previsão para a nova versão chegar ao Brasil, onde "Never Say Never" estreou na semana passada em 288 salas, a maioria em 3D, com bilheteria de R$ 2 milhões e 162,5 mil espectadores. Leia a crítica do filme no iG Jovem .

Assista ao trailer de "Justin Bieber: Never Say Never":

    Leia tudo sobre: never say neverjustin bieberdocumentáriobilheteria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG