Em Tóquio, atriz de Comer, Rezar, Amar diz que segue a religião "há tempos"

Julia Roberts sorri no Japão
Getty Images
Julia Roberts sorri no Japão
A atriz Julia Roberts disse hoje que o hinduísmo fazia parte de sua vida muito antes de rodar na Índia seu último filme, Comer, Rezar, Amar , e considerou que a felicidade é o melhor ingrediente para o sucesso e a beleza. "Não é porque fiz este filme que virei praticante do hinduísmo", explicou hoje a atriz em entrevista coletiva em Tóquio para apresentar o filme, baseado no bem-sucedido romance da jornalista Elizabeth Gilbert.

A atriz americana, que receberá em 20 de setembro o Prêmio Donostia do 58º Festival de Cinema de San Sebastián na Espanha, interpreta em Comer, Rezar, Amar a própria Gilbert que, após o divórcio, faz uma viagem cultural e espiritual para encontrar a si mesma pela Itália, Índia e Bali, onde conhece um empresário brasileiro, interpretado pelo ator espanhol Javier Bardem.

Sobre as notícias publicadas com relação à repentina conversão ao hinduísmo após visitar a Índia, a atriz, que está no Japão pela primeira vez, deixou claro que essa religião faz parte de sua vida "há muito tempo". "Infelizmente, em época da internet, Twitter, chats e tudo demais, as coisas se distorcem", comentou a atriz.

A vencedora de um Oscar em 2001 por Erin Brokovich - Uma mulher de Talento e de três Globos de Ouro ressaltou hoje na capital japonesa que, ao contrário da protagonista de seu último filme, ela não faria "nenhuma mudança" em sua própria vida.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.