Francesca , único filme romeno em Veneza - Cinema - iG" /

Jornalistas aplaudem Francesca , único filme romeno em Veneza

VENEZA ¿ O filme do diretor romeno Bobby Paunescu, Francesca, que retrata uma Itália racista, recebeu aplausos ao ser apresentado hoje para os jornalistas na sessão Horizontes da 66ª edição do Festival de Veneza.

Agência Ansa |

A obra ¿ que começa insultando políticos italianos, como o prefeito de Verona, Flavio Tosi e a deputada Alessandra Mussolini, com frases fortes: "prefeito de Verona de merda" e "Mussolini é uma puta que quer matar todos os romenos" ¿ agradou aos jornalistas que compareceram à exibição.

Divulgação

Monica Dean é a protagonista do romeno "Francesca", que retrata imigração na Itália

A produção narra o sonho de uma professora de 30 anos de Bucareste, que deseja abrir na Itália uma escola infantil para os filhos dos imigrantes, com o objetivo de "transformar a percepção" que os italianos têm dos romenos. O longa destaca temas contemporâneos, como os estereótipos, que muitas vezes condicionam as relações entre italianos e estrangeiros.

Os cidadãos da Itália são ainda definidos como "macarrônicos" e, se há algum tempo eles iam para a Europa do leste com o objetivo de se relacionar com mulheres locais, agora esperam que estas cheguem ao país. Segundo um dos atores do filme, este é o motivo "pelo qual nos permitiram entrar na União Europeia".

Ainda de acordo com um dos participantes do elenco, há na Itália a compreensão de que os romenos são todos "ladrões, ciganos, estupradores, principalmente depois daquele fato horrível de Roma".

Em 2007, a italiana Giovanna Reggiani foi estuprada e assassinada no bairro Tor di Quinto, periferia da cidade de Roma. O criminoso, o romeno Romulus Nicolae Mailat, foi condenado à prisão perpétua.

Já os romenos, na obra, veem os italianos como pessoas "perigosas, que retiram órgãos, que usam os romenos como escravos e os prendem pelo simples fato de serem romenos".

Em "Francesca" ninguém se salva, nem os italianos e nem os romenos envolvidos com exploração, prostituição e imigração ilegal, e assim o sonho da protagonista, interpretada por Monica Birladeanu, está fadado a um fim trágico.

Este é o único filme romeno do Festival de Cinema de Veneza deste ano. O evento vai até a próxima semana.

Leia as últimas notícias do Festival de Veneza

    Leia tudo sobre: festival de veneza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG