Hotel Atlântico ganha festival no Peru

Filme de Suzana Amaral venceu evento que ainda homenageou família Barreto

EFE |

O festival de cinema de Lima, batizado oficialmente de Encontro Latino-americano de Cinema, terminou sua 14ª edição com a entrega do prêmio máximo ao filme brasileiro Hotel Atlântico (2009) e com uma homenagem à trajetória do ator argentino Ricardo Darín.

Durante oito dias, o festival exibiu uma centena de filmes nas salas de Lima, convidou cineastas reconhecidos e atores estrangeiros famosos para sentar e dialogar com o público e rendeu homenagens a personalidades destacadas da sétima arte.

A cerimônia de encerramento, realizada na noite de sábado no museu Pedro de Osma, contou com a presença do ator argentino Ricardo Darín, homenageado pelos organizadores por sua bem-sucedida filmografia, coroada pelo Oscar entregue este ano ao filme O Segredo de Seus Olhos , dirigido por Juan José Campanella. Os organizadores entregaram ao ator a estatueta de honra do festival feita em spondylus, uma concha de molusco de cor alaranjada, protegida em uma pequena urna de cristal.

Já o embaixador do Brasil em Lima, Jorge Taunay, recebeu os US$ 5 mil outorgados à diretora Suzana Amaral por seu filme Hotel Atlântico , escolhido pelo júri como a melhor ficção. O festival de Lima também prestou homenagem à brasileira família Barreto por seus 50 anos dedicados à arte e entregou o Spondylus de prata a Bruno e Paula Barreto, que representaram seus pais, Luiz Carlos e Lucy.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG