Hollywood deve explorar morte de Bin Laden em novos filmes

Kathryn Bigelow, de "Guerra ao Terror", já está trabalhando no projeto "Kill Bin Laden"

Reuters |

A morte de Osama bin Laden é uma ótima notícia para Hollywood, depois que várias tentativas de dramatizar as guerras no Iraque e no Afeganistão terminaram em fracassos de bilheteria.

Em vez de filmes com pouca audiência sobre a morte e a destruição dos civis e militares, os estúdios agora podem abordar o orgulho norte-americano com diferentes histórias sobre a busca pelo homem mais procurado do mundo.

Se John Wayne ainda estivesse vivo, ou Arnold Schwarzenegger fosse mais jovem, seriam estrelas de filmes sobre o ousado ataque das forças especiais norte-americanas contra um complexo nos subúrbios do Paquistão.

Imagine "Falcão Negro em Perigo" com um final mais feliz, ou "Duro de Matar" em Islamabad.

Coincidentemente, a diretora e vencedora do Oscar por "Guerra ao Terror" - um filme sobre a guerra do Iraque que arrecadou apenas US$ 17 milhões (R$ 27 mi) nas bilheterias - poderá ter a chance de conquistar um público maior com uma nova empreitada, intitulada "Kill Bin Laden" (Mate Bin Laden).

Segundo o site de notícias de entretenimento Deadline.com, Kathryn Bigelow e seu roteirista de "Guerra ao Terror", Mark Boal, já estão trabalhando há algum tempo em seu novo projeto sobre uma fracassada missão anterior para capturar Bin Laden.

Detalhes sobre o roteiro do filme ainda são vagos, segundo o Deadline, mas os cineastas provavelmente precisarão alterar o roteiro para incorporar o desenvolvimento dos acontecimentos no mundo real. A porta-voz de Bigelow disse que a diretora não comentaria o assunto.

    Leia tudo sobre: Osama Bin Ladencinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG