Supervisor de efeitos especiais da série comenta ausência de prêmios da Academia

Um dos poucos lugares onde os filmes Harry Potter não conseguiram levar sua magia foi ao Oscar . O fracasso da franquia em conseguir ao menos um prêmio da Academia em oito tentativas ainda irrita alguns envolvidos nas produções.

O ator Daniel Radcliffe como o bruxo Harry Potter
Divulgação
O ator Daniel Radcliffe como o bruxo Harry Potter
A série, baseada nas histórias da escritora J.K. Rowling sobre o garoto bruxo, foi indicada a 12 estatuetas ao longo de 10 anos nas categorias direção de arte, efeitos visuais, maquiagem, fotografia, figurino e música.

Todas as vezes a produção saiu de mãos vazias - para a frustração do elenco e da equipe que trabalhou em uma das séries cinematográficas de maior sucesso de todos os tempos.

A última chance veio com o filme que conclui a saga, "Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2" , lançado no ano passado e indicado ao Oscar nas categorias direção de arte, maquiagem e efeitos visuais.

Duas dessas categorias foram vencidas por "A Invenção de Hugo Cabret" , de Martin Scorsese, e o prêmio de melhor maquiagem foi para "A Dama de Ferro" , o filme biográfico de Margaret Thatcher.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Acho que muitos de nós vemos com certa ironia a política da Academia (de Artes e Ciências Cinematográficas dos EUA), da qual sou membro", disse John Richardson, supervisor de efeitos especiais dos filmes do Harry Potter.

"Isso suscita a questão sobre por que Harry Potter não obteve nenhum reconhecimento pelo último filme das Relíquias da Morte?", dquestionou durante o lançamento para a imprensa do novo tour pelo complexo cenográfico Leavesden Studios , nas proximidades de Londres.

"Recebemos três indicações da Academia por provavelmente um dos filmes mais bem feitos e de maior bilheteria do ano, enquanto o filme de Martin Scorsese ("A Invenção de Hugo Cabret"), que não foi tão bem-sucedido, venceu três prêmios, ou foram quatro?".

Na verdade, foram cinco: direção de arte, fotografia, mixagem de som, edição de som e efeitos visuais.

A segunda parte de "Relíquias da Morte" arrecadou US$ 1,3 bilhão nas bilheterias ao redor do mundo, ajudando a franquia a bater US$ 7 bilhões . O longa é a terceira maior bilheteria de todos os tempos , sem levar em conta a inflação - e também foi um sucesso de crítica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.