George Clooney é preso nos EUA

Ator participava de protesto em frente à embaixada do Sudão em Washington e foi liberado após pagar fiança

iG São Paulo com agências |

O ator norte-americano George Clooney foi preso nesta sexta-feira, em Washington. Clooney participava de um protesto em frente à Embaixada do Sudão, na capital norte-americana. Ele estava acompanhado de seu pai, o jornalista Nick, de 78 anos, que também foi detido.

Clooney foi solto após pagar fiança de US$ 100 (R$ 180). "Isso estará para sempre no meu currículo", brincou o ator. O ator comentou que foi a primeira vez que foi preso: "Espero que seja a última."

Indagado sobre as condições da cadeia, Clooney brincou: "Foi difícil, como vocês podem imaginar. Você nunca sabe se vai conseguir o que quer... Espero que isso ajude."

Leia também: Relembre outros atores que foram presos por apoiarem causas sociais

Clooney, Nick, o deputado democrata Jim Moran e o líder dos direitos civis Ben Jealous estavam entre as 14 pessoas presas. Elas foram detidas por terem ignorado os alertas da polícia e cruzado uma barreira montada na frente da embaixada. Foram algemados e levados a uma van do serviço secreto dos EUA.

"É humilhante ser preso não importa por quê. Mas estou orgulhoso de estar aqui com o meu pai", disse Clooney.

Os manifestantes acusam o presidente sudanês, Omar al-Bashir, de provocar uma crise humanitária e de impedir a chegada de comida e ajuda à região da fronteira com o Sudão do Sul.

Siga o iG Cultura no Twitter

Em uma audiência nesta quinta-feira (15) no Senado norte-americano, Clooney afirmou que o governo precisava ser duro com al-Bashir e duas outras autoridades sudanesas indiciadas pelo Tribunal Penal Internacional, como parte de uma investigação das atrocidades em Darfur de agosto de 2003 a março de 2004.

Leia também: Relembre outros atores que foram presos por apoiarem causas sociais

Clooney havia dito que espera chamar a atenção para o caso pois, segundo ele, se nada for feito nos próximos três ou quatro meses, "haverá um desastre humanitário".

Leia também: George Clooney afirma que política não influencia suas escolhas

    Leia tudo sobre: George clooneysudão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG