“Filme ‘Rio, eu te amo’ naufragou”, diz Fernando Meirelles

Projeto de 10 milhões de dólares não avança e diretor se diz fora do longa

Valmir Moratelli, enviado a Manaus (AM) |

Wesley Andrade/divulgação
“Filme ‘Rio, eu te amo’ naufragou”, diz Meirelles
A ideia era repetir o mesmo projeto que já realizou “Paris, Je T'Aime” e “New York, I Love You”. Estava previsto para ser filmado em 2013 e chegar às telas do mundo todo em 2014. Mas “Rio, eu te amo” não deve ir adiante. Pelo menos para um dos principais diretores que estavam à frente do projeto.

Siga o iG Cultura no Twitter

Fernando Meirelles comentou que não deve filmar a série de curtas. “O filme naugrafou. Fui convidado, aceitei e depois disso ninguém me procurou mais. Agora estou focado em outras coisas. Esqueceram do filme”, disse o diretor presente ao Amazonas Film Festival para lançar “Xingu” , do qual é produtor executivo.

Além dele, outros diretores haviam sido convidados, tais como José Padilha (de "Tropa de Elite" ), Carlos Saldanha ("A Era do Gelo" e "Rio" ) e Andrucha Waddington ( "Lope" ). No mês passado, durante o Festival do Rio , Roberto Sá Leitão, presidente da Rio Filme, havia falado sobre o “Rio, eu te amo”.

“É um projeto de 10 milhões de dólares. Já investimos 150 mil reais no desenvolvimento dos roteiros e temos a opção de colocar mais 2 milhões relacionados ao direito de distribuição”, explicou Sérgio na ocasião.

Meirelles trabalha no momento no lançamento, para março, do longa “360” e na adaptação do livro “Nêmesis” para o cinema. “É uma história sobre o poder construtivo e destrutivo do ódio”, disse. 360 foi orçado em US$ 15 milhões e tem no elenco nomes como Rachel Weisz, Jude Law, Anthony Hopkins, e os brasileiros Maria Flor e Juliano Cazarré.

    Leia tudo sobre: fernando meirellescinemaRio eu te amo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG