Sonhos Roubados consegue extrair delicadeza do cotidiano das garotas de programa" / Sonhos Roubados consegue extrair delicadeza do cotidiano das garotas de programa" /

Filme retrata a vida dura de jovens prostitutas

Sonhos Roubados consegue extrair delicadeza do cotidiano das garotas de programa

Deborah Bresser, iG São Paulo |

Extrair delicadeza do retrato sem retoques da pobreza, da violência e da infância surrupiada pela prostituição é o principal mérito da diretora Sandra Werneck em Sonhos Roubados , filme que entra em cartaz nos cinemas no dia 23 de abril e conta a história de três adolescentes que vivem na periferia carioca. Baseado no livro As Meninas da Esquina , de Eliane Trindade, o roteiro mescla algumas das histórias relatadas na obra em forma de diário para compor o perfil de cada uma das personagens.

No livro, concebido originalmente para ser uma reportagem, mas que ganhou corpo e incentivos de ONGs ligadas a crianças em situações de risco, Eliane apresenta o cotidiano de seis garotas, não identificadas, de diferentes partes do País, que se prostituíam desde crianças.

O que contam é estarrecedor. O que se vê na tela, na versão de Sandra, é menos cru e mais palatável, ainda que o filme seja, em muitos momentos, naturalmente indigesto, com seu cardápio de pedofilia, gestação precoce, pobreza e violência sexual.

Neste prato das miudezas humanas, a diretora encontra na amizade entre as garotas e na busca pela realização dos sonhos, que pode estar em uma tintura loira nos cabelos ou numa calça jeans da Gang, o respiro necessário para fazer o espectador acompanhar aquelas vidas miseráveis sem, obrigatoriamente, embrulhar o estômago.

Divulgação
A atriz Nanda Costa em cena de Sonhos Roubados
As performances das três jovens atrizes - Nanda Costa, Amanda Diniz e Kika Farias - garantem ao filme a leveza que o tema não permite. Nanda ganhou o prêmo de Melhor Atriz no Festival do Rio 2009, no qual o "Sonhos Roubados" também ficou com o título de melhor filme pelo júri popular.

O elenco, com feras como Marieta Severo, Daniel Dantas, Nelson Xavier, Angelo Antônio e MV Bill, em aparição que surpreende - e arranca suspiros -, amarra a trama e ajuda embalar o longa, que começa sem ritmo, mas logo encontra o tom.

Do lado de cá, a plateia se depara com aquelas adolescentes das quais já ouviu falar, mas que não conhecia de tão perto - Sandra Werneck tem uma câmera atenta, que não desvia o olhar e flagra detalhes de coxas, beijos e agressões, sem medo. Quem tiver coragem que a acompanhe.

Veja abaixo o trailer do filme Sonhos Roubados :

    Leia tudo sobre: Sonhos RoubadosSandra Werneck

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG