Filme inédito com Chaplin não é arrematado em leilão em Londres

Obra é um dos primeiros registros de animação; destaque de leilão foi moeda com rosto de John Lennon, vendida a R$ 182,47 mil

EFE |

Reprodução
Charlie Chaplin: ignorado em leilão
Uma cópia de um filme inédito de 1916 que inclui imagens do ator britânico Charlie Chaplin (1889-1977) ficou sem comprador em um leilão realizado ontem na Bonhams de Londres, no qual o grande destaque foi uma moeda com a imagem de John Lennon.

Uma porta-voz da Bonhams afirmou que o curta-metragem, com quase sete minutos de duração, "despertou um grande interesse", mas não foi adquirido por ninguém, por razões "difíceis de explicar". A representante acrescentou que é possível que a casa de leilões volte a oferecer a obra em vendas futuras, uma vez que ainda estão sendo realizados estudos sobre suas características e procedência.

O filme tem uma história curiosa, já que foi adquirido em 2009 por seu atual proprietário, Morace Park, no site de leilões eBay e logo foi identificado como uma das primeiras amostras existentes do cinema de animação. No filme "Charlie Chaplin in Zepped", são exibidas imagens do bombardeio de um zepelim sobre Londres, enquanto Chaplin atua com seu estilo particular – embora o britânico não tenha atuado para a produção e suas cenas tenham extraídas de outras filmagens.

A grande estrela do leilão, dedicado a lembranças do mundo do espetáculo, foi uma moeda de ouro com o rosto do ex-beatle John Lennon, arrematada por R$ 182,47 mil, muito acima do preço estimado. A moeda faz parte uma série limitada de 500 pratas que foram gravadas com o rosto do artista, vencedor de uma votação popular promovida pela Casa da Moeda da Inglaterra em 2010, e foi oferecida pela fundação dirigida por Yoko Ono, viúva de Lennon. O dinheiro arrecadado será doado para um hospital de Liverpool, cidade natal do músico.

Outro objeto vendido acima do preço estimado foi uma coleção de fotos inéditas de John Lennon e alguns amigos tiradas em 1974 em uma casa de praia nos Estados Unidos. Na coleção, vendida por R$ 45,62 mil, o destaque é uma imagem de Lennon e Paul McCartney que, segundo a Bonhams, é a última foto de ambos juntos.

    Leia tudo sobre: charlie chaplinjohn lennonleilão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG