Filme de Karim Aïnouz e Marcelo Gomes conduz viagem sentimental pelo Nordeste

VENEZA ¿ A grande sala Darsena, com 1.300 lugares, cenário da sessão oficial de ¿Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo¿, estava metade cheia no início da exibição do filme dirigido por Karim Aïnouz e Marcelo Gomes. Algumas pessoas saíram no meio, mas a maior parte acompanhou o longa-metragem que borra as fronteiras entre ficção e documentário e aplaudiu ao final.

Mariane Morisawa, enviada especial a Veneza |

Divulgação

"Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo": visão mais humana do sertão

O projeto nasceu há cerca de dez anos, e a ideia era coletar imagens no sertão nordestino para um documentário. No meio do caminho, transformou-se em ficção, com narração de Irandhir Santos (A Pedra do Reino), intérprete de José Renato, um geólogo que recolhe dados para a construção de um canal naquela região árida. No caminho, ele topa com paisagens desoladas e aglomerações de seres humanos, enquanto vai revelando ao espectador seus segredos, envolvendo inclusive uma história de amor.

Nós queríamos contar nossa história de amor, como os gregos e Shakespeare já fizeram, mas de modo pessoal e único. E queríamos refletir o cinema como linguagem, o documentário como linguagem e falar dessa fricção entre documentário e ficção, disse Marcelo Gomes na coletiva de imprensa na tarde desta sexta-feira (04). A produção mescla imagens de vários tipos com fotos digitais e analógicas. São cenas filmadas na estrada, de dia e de noite, na casa de pessoas simples, no bordel, nos pequenos vilarejos.

Karim Aïnouz explicou que prefere não usar a palavra sertão. Eu prefiro desertão, disse. Ele também falou sobre a inclusão da narração em forma de diário. O filme é uma viagem e teve momentos em que podíamos fazer uma instalação com as imagens que coletamos. Mas aí achamos que também deveríamos permitir a viagem para o espectador. Daí a ideia do narrador. É uma bela e sentimental viagem pela região que foi importante na criação de ambos os cineastas nordestinos e que eles desejam que seja vista de forma menos mítica e mais humana.

Assista a trechos de "Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo":

Leia as últimas notícias do Festival de Veneza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG