Festival exibe filmes inéditos no Brasil

4+1 projeta simultamente em cinco países longas que não chegaram ao circuito

Marco Tomazzoni, iG São Paulo |

Divulgação
Curta de Jane Campion sobre a seca em "8"
A primeira edição do Festival 4+1 traz ao Brasil uma proposta interessante: ser um "festival dos festivais", reunindo filmes que tiveram bom reconhecimento da crítica em eventos cinematográficos pelo mundo, mas não conseguiram espaço no circuito comercial. A programação será aberta hoje e se estende até o próximo domingo (14) na Cinemateca Brasileira, em São Paulo, e simultaneamente em outras quatro cidades – Bogotá, Buenos Aires, Cidade do México e Madri – através da Fundação Mapfre.

Doze longas-metragens foram selecionados para a competição. Entre eles, está "As Praias de Agnès", documentário sentimental e autobiográfico da veterana diretora francesa Agnès Varda, que esteve no Festival do Rio no ano passado; o sul-coreano "Montanha de Abandono", de So-Yong Kin, premiado em Berlim; "Le Père de Mes Enfants", de Mia Hansen-Løve (mulher de Olivier Assayas ), exibido na mostra Um Certo Olhar em Cannes; e "Uma Barragem Contra o Pacífico", do cineasta cambojano Rithy Panh, em sua primeira incursão na ficção, baseada em romance de Marguerite Duras e estrelada por Isabelle Huppert.

Uma aposta também é o coletivo "8", composto por oito curtas, cada um representando um dos Objetivos de Desenvolvimento da ONU para o novo milênio, visando reduzir a pobreza mundial pela metade até 2015. Embora haja decepções, como os trabalhos de Wim Wenders e Gus Van Sant, o filme já vale só por "O Diário da Água", da neozelandesa Jane Campion ("Brilho de Uma Paixão", "O Piano"), e "Aids", de Gaspar Noé. Ainda no time, estão Abderrahmane Sissako, Gael García Bernal, Mira Nair e Jan Kouen.

Divulgação
"Mal dos Trópicos", dirigido por Joe
A curadoria foi feita por um grupo de críticos espanhóis. De acordo com Javier Garcia, diretor do Instituto Mapfre na América Latina, a seleção representa o "melhor da safra do cinema contemporâneo". "Há muitos festivais, poucos importantes. Muita gente participa, com grandes filmes, mas pequenos orçamentos. Nosso objetivo é levar esses filmes ao público que possa apreciá-los", afirma. O público, aliás, será responsável por indicar o vencedor da competição: o filme mais votado nas cinco cidades receberá um prêmio de 20 mil euros.

Em uma mostra paralela, estão o argentino "Castro" e dois longas do tailandês Apichatpong Weerasethakul, o Joe, muito em voga desde a conquista da Palma de Ouro com "Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas". Homenageado pelo festival, Joe ministrará uma aula magna em Buenos Aires, sede oficial do 4+1, e tem na programação "Síndrome de um Século" e "Mal dos Trópicos".

Os ingressos para as sessões custam R$ 8. O telefone para informações é (11) 3512-6111.

Veja abaixo a programação completa:

Quinta-feira (11)
16h: "Salamandra", de Pablo Agüero, Argentina, 2008
18h: "Jogos do Leste", de Kamen Kalev, Bulgária, 2009
20h: "Síndromes de um Século" (abertura oficial para convidados)

Sexta-feira (12)
13h30: " Independência ", de Raya Martin, Filipinas, 2009
15h: "Sweetgrass", de Ilisa Barbash e Lucien Castaing-Taylor, EUA-França, 2009
17h: "Irène", de Alain Cavalier, França, 2009
19h: " Montanha de Abandono ", de So-Yong Kin, Coreia do Sul, 2008
21h: "Uma Barragem contra o Pacífico", de Rithy Panh, França, 2008

Sábado (13)
13h: "Huacho", de Alejandro Fernandez Almendras, Chile, 2009
15h: "O Rei da Fuga", de Alain Guiraudie, França, 2009
17h: "8", direção coletiva, França, 2008
19h: " As Praias de Agnès ", de Agnès Varda, França, 2008
21h: "Le Pére de Mes Enfants", de Mia Hansen-Løve, França, 2009

Domingo (14)
14h: "Síndrome de um Século", de Apichatpong Weerasethakul, Tailândia, 2006
16h: "Mal dos Trópicos", de Apichatpong Weerasethakul, Tailândia, 2004
18h: "Castro", de Alejo Moguillansky, Argentina, 2009
20h: vencedor escolhido pelo público

    Leia tudo sobre: 4+1cinemafestivaiscinemateca brasileira

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG