Festival de cinema francês exibe 10 filmes inéditos

Mostra começa em São Paulo, Rio de Janeiro e viaja para outras 20 cidades

iG São Paulo |

Divulgação
Audrey Tautou em "Uma Doce Mentira"
Dez longas-metragens franceses inéditos no Brasil integram a partir desta quarta-feira (08) o Festival Varilux de Cinema Francês. Realizado anualmente, o evento terá aberturas oficiais em São Paulo e Rio de Janeiro, com as presenças de personalidades da área como Catherine Deneuve , Audrey Tautou e Sandrine Bonnaire. A programação, no entanto, também viaja para outras 20 cidades do país.

A mostra reúne filmes que passaram pelo circuito de festivais internacionais, boa parte deles com distribuição já garantida no Brasil. É o caso da comédia "Potiche - Esposa Troféu", com Deneuve e Gerárd Depardieu, e o drama "Vênus Negra" , estrelado pela Yahima Torres. Ambos foram exibidos com excelentes críticas no Festival de Veneza no ano passado e entram em cartaz nas próximas semanas.

Também deve chegar às telas brasileiras em breve a comédia romântica "Uma Doce Mentira", com Audrey Tautou ("O Fabuloso Destino de Amélie Poulain"), a animação "Um Gato em Paris", a aventura infanto-juvenil "Lobo", o romance "Os Nomes do Amor" e a comédia "Copabacana" , estrelada por Isabelle Huppert.

Três longas, no entanto, seguem sem comprador e tem no festival, por enquanto, sua única chance de exibição no país. É o caso do thriller "Simon Werner Desapareceu", de Fabrice Gobert, e "O Pai dos Meus Filhos", de Mia Hansen-Love, já visto no Festival do Rio. Os dois participaram da competição da mostra Um Certo Olhar no Festival de Cannes.

Beto Lima
A homenageada Sandrine Bonnaire em São Paulo
O terceiro e último é "Xeque Mate", estrelado por Sandrine Bonnaire, homenageada deste ano e tema de uma retrospectiva de sua carreira. Estrela na França, a atriz foi musa do diretor Maurice Pialat ("Sob o Sol de Satã", "Infância Nua"), com quem estreou no cinema, aos 15 anos, com o controverso "A Nossos Amores" (1983). Entre os filmes selecionados para a mostra especial estão "Sem Teto Nem Lei" (85), de Agnès Varda, e "Mulheres Diabólicas" (95), de Claube Chabrol.

No Rio de Janeiro, haverá no próximo sábado (11) uma sessão dupla ao ar livre no Forte do Leme. Às 18h, será projetado "Um Gato em Paris" e, na sequência, o clássico “Orfeu Negro” (1959), produção franco-brasileira vencedora da Palma de Ouro, do Oscar e do Globo de Ouro de melhor filme estrangeiro.

O Festival Varilux de Cinema Francês será realizado simultaneamente no Rio, São Paulo, Belém, Brasília, Campos, Campinas, Curitiba, Florianópolis, Goiânia, João Pessoa, Juiz de Fora, Macaé, Maceió, Natal, Porto Alegre, São Luís, Santos, Salvador, Recife e Vitória. Em Fortaleza, o festival acontece entre os dias 16 e 23, e em Belo Horizonte, entre 24 e 30 de junho. Consulte a programação no site oficial .

    Leia tudo sobre: festival de cinema francêscinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG