História de 'Apollo 18', que estreia nos cinemas, nunca aconteceu de verdade; veja outros casos

Dá para confiar no cinema? Nem sempre. Alguns filmes alegam ter base em fatos reais. Mas, na verdade, esses "fatos reais" nunca existiram.

Cena do falso documentário
Divulgação
Cena do falso documentário "Apollo 18": campanha de marketing afirma que gravações são reais
O novo representante desse tipo de produção é "Apollo 18" , que estreia nos cinemas brasileiros nesta sexta-feira (2 de setembro). Nele, gravações em estilo documental revelam o que teria acontecido durante a tal operação da Nasa. Porém, a última missão tripulada do Projeto Apollo à Lua foi a Apollo 17, realizada em 1972.

Leia aqui: O verdadeiro Programa Apollo

Um dos primeiros filmes alardeados como baseado em fatos reais foi o terror independente "O Massacre da Serra Elétrica", de 1974. Sua história acompanha um grupo de amigos que, ao viajar para o interior do Estado do Texas, nos EUA, é atacado por uma família de canibais.

Apesar de a produção alegar a veracidade da trama, o roteiro escrito por Kim Henkel e Tobe Hooper é inteiramente ficcional, com poucos detalhes inspirados por assassinos em série reais, como Ed Gein e Henry Lee Lucas.

Siga o iG Cultura no Twitter

Diferentemente de "O Massacre", cujas filmagens seguiram o padrão tradicional, o fenômeno "A Bruxa de Blair", de 1999, optou pelo estilo documental para enganar as plateias pelo mundo. Em sua história, que conta o desaparecimento de três estudantes de cinema em busca de uma bruxa, são os próprios atores que registram a ação com a "câmera na mão".

O longa, que de acordo com um de seus diretores, Eduardo Sánchez, custou apenas US$ 25 mil (R$ 40 mil), arrecadou mais de US$ 240 milhões (R$ 384 milhões) em bilheteria, tornando-se o filme independente de maior sucesso de todos os tempos.

O mesmo repetiu-se em 2007, quando estreou nos cinemas o terror "Atividade Paranormal". Nele, o público acompanha a história de um casal que registra suas noites de sono com uma câmera, com a intenção de descobrir a origem dos fenômenos que ocorrem em sua casa. O longa arrecadou US$ 190 milhões (R$ 304 milhões) - custou US$ 15 mil (R$ 24 mil).

Agora, com a história dos astronautas em uma missão permeada por eventos bizarros, "Apollo 18" recupera o mais mentiroso gênero cinematográfico: o "falso caso real".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.