EUA se desculpam por reter ator mais popular de Bollywood

Shah Rukh Khan, que iria receber um prêmio na Universidade de Yale, foi detido no aeroporto de Nova York

EFE |

Os Estados Unidos pediram desculpas nesta sexta-feira (13) à Índia, depois que agentes de segurança reteram durante uma hora o ator mais popular de "Bollywood", Shah Rukh Khan, no aeroporto de White Plains, em Nova York.

Siga o iG Cultura no Twitter

Khan iria receber um prêmio na Universidade de Yale, no estado de Connecticut, quando foi "temporariamente retido" no avião, informou o porta-voz adjunto do Departamento de Estado, Mark Toner.

"Temos o maior respeito pelo senhor Khan e seu trabalho, como artista e como ativista humanitário. E oferecemos nossas desculpas por qualquer incômodo ou inconveniência que possa ter sofrido como resultado deste incidente", disse Toner em entrevista coletiva.

Esta é a segunda vez que autoridades americanas detém num aeroporto a estrela indiana, que despertou suspeitas dos agentes em sua chegada ao terminal de Newark, em Nova Jersey, em 2009.

"Isso não é comum, se tratam apenas de dois incidentes separados", declarou Toner, quem também disse desconhecer as razões pelas quais a Agência de Segurança no Transporte (TSA) reteve o ator, que é muçulmano.

Em seu famoso filme "My Name is Khan", o ator conta o confuso episódio que protagonizou em 2009, quando os agentes o detiveram no aeroporto porque seu nome despertou suspeitas. "Me chamo Khan e não sou um terrorista", declarou o artista indiano ao longo de todo o filme.

    Leia tudo sobre: BollywoodShah Rukh Khancinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG