Em Nova York, Jeferson De desconversa sobre "Xica da Silva"

Diretor de "Bróder" apresenta filme em festival de cinema brasileiro em Nova York

Luciana Franca, enviada especial a Nova York |

Ismar Ingber/Divulgação
Jeferson De fala com plateia em Nova York
Mostrar seu primeiro longa, “Bróder”, para uma plateia internacional não foi novidade para Jeferson De. Assim como aconteceu em Berlim no ano passado, o cineasta paulistano teve a mesma repercussão positiva do público e da crítica de Nova York. O filme faz parte da mostra competitiva do 9º Cine Fest Petrobrás, encerrada ontem no Central Park .

“Estar neste festival tem uma carga emocional muito grande. É o meu primeiro longa, exibido pela primeira vez nos Estados Unidos e com ingressos esgotados”, conta o diretor. “É maravilhoso mostrar meu filme na cidade que serve de referência para cineastas que admiro muito, como Spike Lee e Woody Allen, entre outros, e ainda no mesmo espaço onde é realizado o Tribeca Festival organizado por Robert De Niro.”

Enquanto ainda colhe os frutos de “Bróder”, Jeferson aproveitou para se dedicar à produção do curta “Aguasala”, de Cristiane Arenas, e torce para que ele faça parte do Festival de Gramado. Sobre seu novo trabalho como diretor, o esperado longa “Xica da Silva”, ele desconversa.

“Não posso falar nada, nem uma palavra sobre isso.” O cineasta nem mesmo responde se está aguardando o retorno ao trabalho da atriz Taís Araújo, apontada como protagonista e que está grávida.“

A única gravidez que posso falar é da minha mulher, que espera minha primeira filha, Isadora, para o início de julho”, diz, sem tirar o sorriso do rosto.

* A jornalista viajou a convite do 9th Cine Fest Petrobrás

    Leia tudo sobre: jeferson debródercinema brasileiroxica da silva

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG