“El Estudiante” mostra turbulenta vida universitária argentina

Filme não agrada em exibição na mostra competitiva do Amazonas Film Festival

Valmir Moratelli, enviado a Manaus (AM) |

Divulgação
Esteban Lamothe em cena de "El Estudiante"
É inegável que o cinema argentino vive uma boa fase. Mas “El Estudiante” faz valer a afirmação de que para toda regra há sua exceção.

Siga o iG Cultura no Twitter

Codiretor do filme “El amor”, de Pablo Trapero, Santiago Mitre estreia na realização de um filme unicamente seu com este drama ambientado em um convulsionado mundo da política estudantil universitária de Buenos Aires. Com Esteban Lamothe, Romina Paula, Ricardo Felix e Valeria Correa, “El Estudiante” conta a história de um jovem recém-chegado ao mundo acadêmico que precisa se posicionar de forma política para, não só fazer amigos, mas como para sustentar suas relações pseudo-amorosas.

É a transformação da vida estudantil, com a autoafirmação da fase adulta, que o personagem de Esteban Lamothe precisa lidar pouco a pouco. Mergulhando cada vez mais na eleição da nova reitoria, o sujeito se vê envolvido em uma rede de traição, desconfianças e planos estratégicos de interesses pessoais. Assim ele descobre a política.

O mérito principal do filme é aproximar a politicagem da vida das pessoas, mostrando como se faz presente no dia a dia, como é o caso da universidade pública – realidade, aliás, bem parecida com a do ensino superior do Brasil (a recente ocupação do campus da USP , por exemplo). Mas peca pelo excessivo jogo de linguagens em torno de discussões que, por vezes, se tornam panfletagem sem causa, rebeldia sem querer, tudo para justificar um posicionamento já escancarado. Ou seja, o filme se torna chato por querer explicar demais.

Ainda assim Santiago Mitre ficou bastante satisfeito por apresentar o filme ao público do Amazonas Fil Festival, que acontece até o dia 9 de novembro na cidade de Manaus. Mas não deve levar o prêmio de melhor longa estrangeiro, em uma competição que inclui ótimas obras iranianas e francesas. Mesmo entre o público jovem, que talvez se reconhecesse melhor na tela, não obteve tanto êxito.

null

* O repórter viajou a convite do festival

    Leia tudo sobre: Amazonas Film Festival

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG