É Tudo Verdade divulga programação da edição 2011

Festival de documentários acontece entre 31 de março e 10 de abril

iG São Paulo |

Divulgação
"O Gosto Amargo da Liberdade", de Marina Goldovskaya: pré-estreia mundial no festival
O festival de documentários É Tudo Verdade divulgou nesta terça-feira, 15, a programação completa da edição 2011, que acontece entre os dias 31 de março e 10 de abril, no Rio de Janeiro e em São Paulo. Esta 16ª edição do festival traz, além das competições nacional e internacional, uma retrospectiva da cineasta russa Marina Goldovskaya e uma de documentários brasileiros sobre poetas chamada "Poesia É Verdade".

Serão sete documentários na competição brasileira de longas e médias-metragens e nove na de curtas. Entre os internacionais, concorrem 12 filmes na competição de longas e nove na de curtas. A novidade para este ano é que a premiação aos vencedores aumentou: R$ 110 mil para a categoria de longas e médias e R$ 10 mil para os curtas.

O festival ainda traz 24 documentários fora das competições e retrospectivas. Para o diretor da mostra, Amir Labaki, a edição 2011 do festival reflete o bom momento que os documentários passam no mundo. "É como uma volta ao mundo em 92 filmes, mostrando características de 29 países", comenta. Ele também destaca a produção nacional, com a presença de 18 documentários inéditos. "Este é um sinal de vitalidade de nossa indústria, contando com uma mistura de gerações", explica.

Labaki também destaca a retrospectiva da cineasta russa Marina Goldovskaya, que completa 70 anos em 2011 e se notabilizou por documentar a transição da União Soviética para o atual estado russo nas décadas de 80 e 90. No É Tudo Verdade ela fará a pré-estreia mundial de seu novo filme, "O Gosto Amargo da Liberdade", sobre a jornalista Anna Politkovskaya, que cobriu a guerra na Chechênia e morreu em 2006.

As sessões de abertura do festival em São Paulo e no Rio serão anunciadas na próxima semana. A entrada é gratuita para todas as seções do festival.

Veja abaixo a lista de filmes

COMPETIÇÃO BRASILEIRA DE LONGAS E MÉDIAS
"Assim É, Se Lhe Parece", direção de Carla Gallo
"Aterro do Flamengo", direção de Alessandra Bergamaschi
"Carne, Osso", direção de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros
"Família Braz II", direção de Dorrit Harazim e Arthur Fontes
"Tancredo, A Travessia", direção de Silvio Tendler
"Vale dos Esquecidos", direção de Maria Raduan
"Vocacional, Uma Aventura Humana", direção de Toni Venturi

COMPETIÇÃO BRASILEIRA DE CURTAS-METRAGENS
"Braxília", direção de Danyella Proença
"Coutinho Repórter", direção de Rená Tardin
"Entre Vãos", direção de Luísa Caetano
"O Filme Que Eu Fiz Para Não Esquecer", direção de Renato Gaiarsa
"Hoje tem alegria", direção de Fábio Meira
"Meia Hora Com Darcy", direção de Roberto Berliner
"Palavra Plástica", direção de Leo Falcão
"A Poeira e O Vento", direção de Marcos Pimentel
"São Silvestre", direção de Lina Chamie

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL DE LONGAS
"A Onda Verde", de Ali Samadi Ahadi (Alemanha)
"Cinema Komunisto", de Mila Kurajlic (Sérvia)
"Cliente 9 – A Ascensão e Queda de Eliot Spitzer", de Alex Gibney (EUA)
"Granito", de Pamela Yates (EUA)
"Katka", de Helena Trestíková (República Tcheca)
"Loucasmulheres", de Maria Elena Wood (Chile)
"Meridiano Azul", de Sophie Benoot (Bélgica)
"O Caramanchão", de Clio Barnard (Reino Unido)
"O Império do Centro-Sul", de Jacques Perrin e Eric Deroo (França)
"O Prédio dos Chilenos", de Macarena Aguiló (Chile/França/Cuba/Holanda)
"O Sicário – Quarto 164", de Gianfranco Rosi (França)
"Você Não Gosta da Verdade – 4 Dias em Guantánamo", de Luc Côté e Patricio Henriquez (Canadá)

COMPETIÇÃO INTERNACIONAL DE CURTAS
"Fora do Alcance", de Poza Zasiegiem (Polônia)
"Inventário", de Pawel Lozinski (Polônia)
"Menos Dois", de Mohammad Ehsani (Irã)
"Muros", de Hayoun Kwon (França)
"Rosto", de Adele Wilkes (Austrália)
"O Desejo da Aldeia Chang Hu", de Huaqing Jin (China)
"Primeiras Trevas", de Denise Wyllie e Clare O Hagan (Reino Unido)
"Se Sobrevivemos", de Juliana Fanjul (Cuba)
"Viagem a Cabo Verde", de José Miguel Ribeiro (Portugal)

PROGRAMAS ESPECIAIS
"Academia de Boxe", de Frederick Wiseman (EUA)
"A Queda de um Xá", de Maziar Bahari (Reino Unido/Irã)
"A Vida em um Dia", de Kevin MacDonald (Reino Unido)
"Homem Erótico", de Jørgen Leth (Dinamarca)
"Os Cavalos de Goethe", de Arthur Omar (Brasil)
"Reagan", de Eugene Jarecki (EUA/Reino Unido)
"Santoscópio = Dumontagem", de Carlos Adriano (Brasil)
"Santos Dumont: Pré-Cineasta?", de Carlos Adriano (Brasil)
"Uma Odisséia Iraniana", de Maziar Bahari (Reino Unido/Irã)

MOSTRA O ESTADO DAS COISAS
"As Batidas do Samba", de Bebeto Abrantes (Brasil)
"Futebol de Várzea", de Marc Dourdin (Brasil)
"São Miguel do Gostoso", de Eugênio Puppo (Brasil)
"Seu Cavaco, Dom Bandolim e o Choro de Mestre Duduta na Rainha da Borborema", de Riccardo Migliore e Thaíse Carvalho (Brasil)
"Angst", de Graça Castanheira (Portugal)
"Posição entre as Estrelas", de Leonard Reter Helmrich (Holanda)
"Sangue no Celular", de Frank Piasecki Poulsen (Dinamarca)
"Sáris Cor-de-Rosa", de Kim Longinotto (Reino Unido/Índia)
"Terra da Oportunidade", de Luisa Dantas (EUA)
"Vapor da Vida", de Joonas Berghäll e Mika Hotakainen (Finlândia/Suécia)

MOSTRA FOCO LATINO-AMERICANO
"Agnus Dei - Cordeiro de Deus", de Alejandra Sánchez (México/França)
"Cintilante", de Gabriel Szollosy (Uruguai)
"Confissões", de Gualberto Ferrari (Argentina)
"Impunidade", de Juan José Lozano e Hollman Morris (Suíça/França/Colômbia)
"Vovôs", de Carla Valencia Dávila (Chile/Equador)

RETROSPECTIVA MARINA GOLDOVSKAYA
"Um Camponês de Archangelsky"
"O Regime Solovki"
"Um Gosto de Liberdade"
"O Espelho Estilhaçado"
"A Casa da Rua Arbat"
"A Sorte de Nascer na Rússia"
"O Príncipe está de Volta"
"Anatoly Rybakov, a História Russa"
"O Gosto Amargo da Liberdade"

RETROSPECTIVA BRASILEIRA – “POESIA É VERDADE”
"Assaltaram a Gramática", de Ana Maria Magalhães
"Caramujo-Flor", de Joel Pizzini
"Castro Alves (1847-1871)", de Humberto Mauro
"Do Sertão ao Beco da Lapa – E o Mundo de Oswald", de Rudá de Andrade
"Hi-Fi", de Ivan Cardoso
"Lavra-dor", de Paulo Rufino e Ana Carolina
"O Canto e a Fúria", de Zelito Viana
"O Fazendeiro do Ar", de Fernando Sabino e David Neves
"O Guesa", de Sérgio Santeiro
"O Poeta do Castelo", de Joaquim Pedro de Andrade
"Pan-Cinema Permanente", de Carlos Nader
"Poesia é Uma ou Duas Linhas e Por Trás Uma Imensa Paisagem", de João Moreira Salles
"Recife/Sevilha, João Cabral de Melo Neto", de Bebeto Abrantes
"Uma Outra Cidade", de Ugo Giorgetti
"Vinicius", de Miguel Faria Jr.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG