"Dois Tempos" vence É Tudo Verdade 2011

Documentário sobre classe média brasileira é o ganhador da competição nacional

iG São Paulo |

O filme "Dois Tempos", de Arthur Fontes e Dorrit Harazim, venceu o festival de documentários É Tudo Verdade 2011. Os ganhadores da 16ª edição do evento foram anunciados ontem à noite em cerimônia em São Paulo. Produzido pela Videofilmes, "Dois Tempos" fala da ascensão da classe média brasileira e recebeu prêmio de R$ 110 mil. Na competição internacional, o escolhido foi o canadense "Você Não Gosta da Verdade: 4 Dias em Guantánamo", sobre o prisioneiro Omar Khadr, capturado quando ainda era menor de idade, aos 15 anos.

O brasileiro "Aterro do Flamengo", de Alessandra Bergamaschi, recebeu menção honrosa, mesmo prêmio do sérvio "Cinema Komunisto", de Mila Turajlic. Nos curtas-metragens, os vencedores foram o mineiro "A Poeira e o Vento", de Marcos Pimentel, e "Fora de Alcance", de Jakub Stozek, da Polônia.

O júri internacional foi formado pela cineasta portuguesa Graça Castanheira, pelo diretor e jornalista canadense-iraniano Maziar Bahari e pelo curador canadense Sean Farnel. Os ganhadores brasileiros, por sua vez, foram eleitos pela atriz e diretora Ana Maria Magalhães, pelo diretor e curador lusobrasileiro Sérgio Tréfaut e pelo cineasta Ugo Giorgetti.

O É Tudo Verdade 2011 exibiu 92 produções de 29 países, entre 31 de março e 10 de abril, em São Paulo e Rio de Janeiro, sempre com entrada franca. Os vencedores da competição internacional e nacional serão reexibidos neste domingo no Cine Bombril, na capital paulista, respectivamente às 19h e 21h. "Dois Tempos" também será projetado no próximo dia 13, às 20h, na Fundação Joaquim Nabuco, no Recife.

    Leia tudo sobre: é tudo verdadedocumentáriodois temposfestival

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG