Documentário de Lucia Murat é destaque deste domingo em Gramado

"Uma Longa Viagem" mistura realidade e ficção ao contar história da família da cineasta

iG São Paulo |

Divulgação
Caio Blat no documentário "Uma Longa Viagem"
O documentário "Uma Longa Viagem", da diretora Lucia Murat ("Maré, Nossa História de Amor", "Quase Dois Irmãos"), é o grande destaque deste domingo do festival de cinema de Gramado. Já exibido no festival de Paulínia, o longa traça um painel da geração que sentiu na pele a repressão da ditadura militar e tentou viver intensamente o sonho libertário gestado na década de 1960.

A narrativa se dá através das cartas que o irmão da cineasta, Heitor, enviou enquanto viajava pelo mundo nos anos 1970. O roteiro mescla trechos das cartas, dramatizados por Caio Blat, e depoimentos atuais, quando ele tenta domar a esquizofrenia.

Enquanto documentário, "Uma Longa Viagem" tem formato inovador na figura de Blat. Com cigarro ou baseado na mão, cabelos longos e bolsa a tiracolo, o ator transforma as cartas em monólogos sinceros, comprometidos.

Produzido graças a um edital da TV Brasil, "Uma Longa Viagem" poderia facilmente se transformar numa egotrip, com a cineasta olhando para o próprio umbigo. Ao invés disso, entregou uma obra de arte preciosa, sensível e emocionante. O individual, aqui, serviu para falar da vida de muita gente.

"Uma Longa Viagem" é o terceiro longa brasileiro dentro da mostra competitiva de Gramado a ser exibido. Na sexta-feira, primeiro dia do evento, o festival assistiu a "Riscado", de Gustavo Pizzi. No sábado, foi a vez de "Ponto Final", de Marcelo Taranto.

O festival foi aberto com a exibição, fora da competição, de "O Palhaço", de Selton Mello, que recentemente recebeu quatro prêmios em Paulínia. O ator também recebeu um prêmio pelo conjunto de sua carreira. Até o final do evento, Fernanda Montenegro e Domingos de Oliveira também serão homenageados.

    Leia tudo sobre: Festival de Gramado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG