Convidado frequente do evento, diretor de "Cisne Negro" vai conduzir escolha dos ganhadores do Leão de Ouro

O diretor norte-americano Darren Aronofsky, que foi indicado ao Oscar 2011 pelo filme "Cisne Negro", presidirá o júri do Festival de Veneza 2011 entre 31 de agosto de 10 de setembro, disseram os organizadores da 68ª edição nesta quarta-feira.

Aronofsky venceu em 2008 o Leão de Ouro, principal prêmio de Veneza, por "O Lutador" e "Cisne Negro" abriu o festival do ano passado antes de se tornar um sucesso de crítica e bilheteria. O filme foi indicado a cinco categorias no Oscar 2011, incluindo melhor diretor e melhor filme, mas levou apenas o de melhor atriz, concedido a Natalie Portman, que interpreta uma bailarina perturbada.

Segundo um comunicado dos organizadores do festival, Aronofsky, de 42 anos, é uma figura-chave no cinema contemporâneo, com uma obra em "contínuo diálogo com evolução e mutações nos diferentes linguagens artísticas". Segundo o diretor do evento, Marco Müller, "Cisne Negro" é um filme que soube "reunir a sensibilidade do cinema independente mais audaz, no qual Aronofsky se formou, e a do grande público".

Filho de professores, Aronofsky estreou em 1998 com o filme "Pi", pelo qual recebeu o prêmio de Melhor Diretor do Festival de Sundance e em 2006, dois anos antes de conquistar o Leão de Ouro, participou do Festival de Veneza com "Fonte da Vida", protagonizado pelo australiano Hugh Jackman e a a atriz britânica Rachel Weisz, sua ex-mulher.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.