Darren Aronofsky será presidente do júri do Festival de Veneza

Convidado frequente do evento, diretor de "Cisne Negro" vai conduzir escolha dos ganhadores do Leão de Ouro

iG São Paulo com agências |

O diretor norte-americano Darren Aronofsky, que foi indicado ao Oscar 2011 pelo filme "Cisne Negro", presidirá o júri do Festival de Veneza 2011 entre 31 de agosto de 10 de setembro, disseram os organizadores da 68ª edição nesta quarta-feira.

Aronofsky venceu em 2008 o Leão de Ouro, principal prêmio de Veneza, por "O Lutador" e "Cisne Negro" abriu o festival do ano passado antes de se tornar um sucesso de crítica e bilheteria. O filme foi indicado a cinco categorias no Oscar 2011, incluindo melhor diretor e melhor filme, mas levou apenas o de melhor atriz, concedido a Natalie Portman, que interpreta uma bailarina perturbada.

Segundo um comunicado dos organizadores do festival, Aronofsky, de 42 anos, é uma figura-chave no cinema contemporâneo, com uma obra em "contínuo diálogo com evolução e mutações nos diferentes linguagens artísticas". Segundo o diretor do evento, Marco Müller, "Cisne Negro" é um filme que soube "reunir a sensibilidade do cinema independente mais audaz, no qual Aronofsky se formou, e a do grande público".

Filho de professores, Aronofsky estreou em 1998 com o filme "Pi", pelo qual recebeu o prêmio de Melhor Diretor do Festival de Sundance e em 2006, dois anos antes de conquistar o Leão de Ouro, participou do Festival de Veneza com "Fonte da Vida", protagonizado pelo australiano Hugh Jackman e a a atriz britânica Rachel Weisz, sua ex-mulher.

    Leia tudo sobre: Darren Aronofskyfestival de veneza

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG