"Contágio" tira "Vidas Cruzadas" do topo das bilheterias nos EUA

Suspense sobre uma tragédia viral, dirigido por Steven Soderbergh, ficou em primeiro em final de semana fraco

iG São Paulo |

Em um final de semana em que as atenções estiveram voltadas para os dez anos de 11 de Setembro, as bilheterias na América do Norte sentiram a baixa. Mesmo assim, "Contágio" , suspense de vírus protagonizado por Matt Damon, Gwyneth Paltrow e Jude Law, entre outros astros, faturou US$ 23,1 milhões (R$ 39 milhões), tirando "Vidas Cruzadas" do primeiro lugar depois de três semanas .

Siga o iG Cultura no Twitter

A trama açucarada de tolerância racial, um dos maiores sucessos da temporada nos Estados Unidos, arrecadou mais US$ 8,7 milhões, uma queda nas vendas de 40%. O filme estrelado por Emma Stone, no entanto, já acumula cerca de US$ 140 milhões só em território norte-americano, sendo que custou apenas US$ 25 milhões.

Em terceiro lugar aparece "Warrior" , filme de luta com Tom Hardy, com US$ 5,6 milhões, abaixo das expectativas. Mas o posto de grande decepção ficou nas mãos da comédia "Bucky Larson: Born to Be a Star", escrita e produzida por Adam Sandler. A brincadeira com a indústria pornográfica não figurou nem entre os dez primeiros colocados, embolsando apenas US$ 1,5 milhão.

null

    Leia tudo sobre: bilheteriascontágiovidas cruzadassteven soderbergh

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG