Cineasta Paulo Cezar Saraceni morre no Rio

Diretor sofreu falência de órgãos múltiplos; mais recente trabalho foi 'O Gerente', baseado em obra de Drummond

iG São Paulo |

Tânia Rego/Acervo Universo Produção
Paulo Cezar Saraceni
O cineasta carioca Paulo Cezar Saraceni morreu neste sábado (dia 14) em decorrência de falência de órgãos múltiplos. Ele tinha 79 anos.

O corpo de Saraceni será velado neste domingo na Escola de Artes Visuais do Parque Lage, no Rio de Janeiro. Será cremado na segunda-feira.

Siga o iG Cultura no Twitter

Saraceni havia sofrido um AVC em outubro de 2011. Desde estão, ficou internado no Hospital da Lagoa, no Rio.

Ao lado de Nelson Pereira dos Santos e Glauber Rocha, Saraceni foi um dos criadores do Cinema Novo no Brasil nos anos 1960.

Entre seus principais filmes, destaca-se "A Casa Assassinada", de 1970, que ganhou prêmio no Festival de Brasília. Seu projeto mais recente era o longa "O Gerente" (2011), baseado em obra do escritor Carlos Drummond de Andrade .

    Leia tudo sobre: Paulo Cezar Saracenicinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG