Cineasta italiano Mario Monicelli morre aos 95 anos

Responsável por clássicos como "O Incrível Exército de Brancaleone", diretor se jogou da janela de um hospital em Roma

iG São Paulo com agência AP |

O cineasta italiano Mario Monicelli morreu nesta segunda-feira. Segundo informações da Agência Ansa, ele se jogou de uma janela do quinto andar do hospital San Giovanni, em Roma, onde estava internado devido a um câncer de próstata. Ele tinha 95 anos.

Monicelli era um dos mestres da comédia italiana. Entre seus maiores sucessos estão filmes como "O Incrível Exército de Brancaleone" (1966), "Meus Caros Amigos" (1975) e "Parente É Serpente" (1992). Em 1991, recebeu um Leão de Ouro no festival de Veneza pelo conjunto de sua obra.

Dirigiu alguns dos maiores atores da história do cinema italiano, como Marcello Mastroianni, Vittorio Gassmann e Alberto Sordi.

Nascido em 1915 na cidade de Viareggio, na Toscana, e começou a trabalhar com cinema na década de 1930, como diretor assistente e roteirista. Em 1949, assinou seu primeiro longa, "Totò Cerca Casa". Foi o início de uma longa parceria com o comediante Totò, que culminou com o sucesso internacional "Os Eternos Desconhecidos", de 1958.

Seu último filme, "La Rose del Deserto", foi lançado em 2006, quando o cineasta estava com 91 anos.

    Leia tudo sobre: Mario Monicelli

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG