Cineasta Arthur Penn morre aos 88 anos nos Estados Unidos

Diretor realizou clássicos como "Uma Rajada de Balas" e "Pequeno Grande Homem"

iG São Paulo |

AFP
O cineasta Arthur Penn, morto nesta terça
O cineasta americano Arthur Penn, diretor de clássicos como "Uma Rajada de Balas" e "Pequeno Grande Homem", morreu na noite de ontem nos Estados Unidos, um dia depois de completar 88 anos. A morte foi confirmada por seu agente, Evan Bell, ao jornal New York Times. A causa não foi divulgada.

Penn iniciou sua carreira na televisão, na década de 1950, e também passou pelo teatro. Sua estreia no cinema foi em 1958, com "Um de Nós Morrerá", estrelado por Paul Newman.

O sucesso, no entanto, só veio em 1962, com "O Milagre de Anne Sullivan", adaptação de uma peça que ele já havia dirigido na Broadway. O filme ganhou dois Oscars e valeu uma indicação a Penn na categoria melhor diretor.

Sua obra-prima é "Uma Rajada de Balas" (1967), longa revolucionário que contou a história do casal de assaltantes de banco Clyde Barrow e Bonnie Parker. A cena final, em que os dois são metralhados em câmera lenta, é uma das mais marcantes da história do cinema.

Foi a segunda indicação ao Oscar de Penn. Ele voltaria a concorrer em 1969, com "Deixe-nos Viver".

Na década de 1970, ainda dirigiu sucessos como "Pequeno Grande Homem", com Dustin Hoffman, e "Duelo de Gigantes", com Marlon Brando e Jack Nicholson. A partir dos anos 1980, sua carreira entrou em declínio. Seu último filme, "Inside", foi feito para a televisão em 1996.

Veja abaixo a filmografia de Arthur Penn:

1958. "Um de Nós Morrerá"
1962. "O Milagre de Anne Sullivan"
1965. "Mickey One"
1966. "Caçada Humana"
1967. "Uma Rajada de Balas"
1969. "Deixe-nos Viver"
1970. "Pequeno Grande Homem"
1975. "Um Lance no Escuro"
1976. "Duelo de Gigantes"
1981. "Amigos Para Sempre"
1985. "O Alvo da Morte"
1987. "Morte no Inverno"
1989. "Perseguidos por Acaso"

    Leia tudo sobre: Arthur PennUma Rajada de Balas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG