Bilheterias nos EUA batem novo recorde no verão

Arrecadação chegou a US$ 4,4 bilhões, graças a ingressos mais caros e salas com 3D

iG São Paulo com EFE |

Divulgação
"Harry Potter e as Relíquias da Morte - Parte 2": em cópias convencionais e em 3D
As bilheterias norte-americanas bateram nesta temporada de verão no Hemisfério Norte um novo recorde ao arrecadar US$ 4,4 bilhões, anunciou nesta quarta-feira (07) em comunicado a Associação Nacional de Proprietários de Salas de Cinema dos EUA (NATO, em inglês).

O número de ingressos vendidos subiu 1% em relação à mesma época de 2010 e pelo quinto verão consecutivo superou a barreira dos US$ 4 bilhões, explicou a entidade. Foram considerados os ingressos dos filmes exibidos entre o primeiro fim de semana de maio até o fim de semana passado, do feriado do Dia do Trabalho.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Em plena taxa de desemprego de 9% e com uma economia frágil, chama a atenção o fato da indústria do cinema continuar aumentando suas arrecadações", disse o presidente da organização, John Fithian. "Junto a nossos parceiros na distribuição, as salas de cinema oferecem um grande entretenimento em instalações modernas e a preços razoáveis", acrescentou.

Fithian lembrou que independentemente da força ou da fraqueza da economia do país, o cinema "permanece como a primeira e mais acessível opção de entretenimento fora de casa".

O total obtido no verão de 2010 foi de US$ 4,350 bilhões, que também superou o recorde anterior, em 2009, de US$ 4,250 bilhões.

O desempenho é atribuído ao aumento no preço dos ingressos e aos valor diferenciado das salas em 3D, e não pelo número de pessoas que vão aos cinemas. No verão de 2010, o total de espectadores foi o pior desde 1997, após uma queda contínua nos três anos anteriores.

No verão de 2011, foram vendidos 546 milhões ingressos, enquanto em 1997 a indústria vendeu 540 milhões.

    Leia tudo sobre: bilheteriashollywoodverão no cinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG