Ator é condenado à prisão no Egito por difamar o Islã

Adel Imam, de 71 anos, foi sentenciado a 3 meses de cadeia por papéis em cinema e teatro

AFP |

AFP
O ator egípcio Adel Imam
O famoso ator egípcio Adel Imam afirmou nesta quinta-feira à AFP ter sido condenado a três meses de prisão por um tribunal do Cairo por "difamação do Islã" em vários personagens que interpretou tanto na televisão como no cinema.

Siga o iG Cultura no Twitter

Adel Imam, um dos atores mais conhecidos do mundo árabe, disse ter sido condenado à revelia por causa de uma ação apresentada por Asran Mansur, um advogado ligado a islamitas.

"Recorrerei da sentença", disse.

"Algumas pessoas que querem notoriedade me colocaram em um julgamento por algumas das minhas atuações que consideram insultantes para o Islã, o que, claramente, não está certo", acrescentou Adel Imam.

O ator, de 71 anos, afirmou que entre as obras incriminadas estão o filme Al-Irhabi (O Terrorista), em que interpreta uma muçulmano fundamentalista e a peça teatral Al-Zaeem (O Líder), uma comédia que faz piadas com líderes autocráticos da região.

Leia também: Islã teria salvado Michael Jackson, diz Jermaine

    Leia tudo sobre: cinemaislãegitoprisão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG