Após 'Borat', Cazaquistão contra-ataca com 'invasão' de cinema

Cerca de 20 filmes estão sendo produzidos no país para melhorar imagem no exterior; veja vídeo

BBC Brasil |

selo

Cinco anos atrás, o humorista britânico Sacha Baron Cohen colocou o Cazaquistão no centro dos holofotes com sua sátira "Borat", que retratou os cidadãos cazaques como atrasados e rudimentares.

Agora o país está lançando seu contra-ataque: uma invasão do cinema nacional capitaneada pelo épico "Myn Bala", a história real de como o povo do país evitou a tomada mongol, dois séculos atrás.

O governo da autocracia bancou os US$ 7 milhões da empreitada. Outros 20 filmes estão sendo produzidos atualmente, quase todos com financiamento oficial.

O ministro do Turismo diz que os filmes devem ajudar a melhorar a imagem do país no exterior, e que portanto o investimento estatal na produção de filmes é válido.

    Leia tudo sobre: BoratCazaquistãocinema

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG