Aos 82 anos, morre o cineasta britânico Peter Yates

Diretor foi responsável por filmes como "Bullit", com Steve McQueen

EFE |

Divulgação
Steve McQueen no filme "Bullitt" (68)
O cineasta britânico Peter Yates, diretor do filme "Bullit", protagonizado por Steve McQueen, morreu no domingo em Londres, aos 82 anos, após ter enfrentado uma longa doença, informa a publicação "Deadline".

Na ampla filmografia de Yates, nascido em Aldershot (Hampshire) em 1929, figuram também outros filmes famosos, como "John e Mary", "Sob Suspeita", "O Fiel Camareiro" e "Os Amigos de Eddie Coyle". O britânico foi quatro vezes indicado ao Oscar, primeiro como diretor e produtor, por "O Vencedor" (1979), e depois por "O Fiel Camareiro" (1983), adaptação da obra de teatro homônima de Ronald Harwood, nas mesmas categorias.

O êxito de "Os Vinte e Seis do Expresso Postal" (1967), filme de ficção inspirado no grande roubo do trem de Glasgow de 1963, que inaugurou um gênero de "thrillers" de roubos de banco, abriu as portas de Hollywood ao diretor, onde fez seu primeiro longa-metragem americano, "Bullit" (1968), considerado um clássico dos filmes de perseguição. "Bullit" ganhou o Oscar de Melhor Edição e quatro Globos de Ouro: direção, montagem, trilha sonora e ator coadjuvante (Robert Vaughan).

    Leia tudo sobre: Steve McQueen

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG