Quarto filme da série arrecadou US$ 25,4 milhões em seu final de semana de estreia

A atriz Kate Beckinsale no poster do novo filme da série "Anjos da Noite"
divulgação/screen gems
A atriz Kate Beckinsale no poster do novo filme da série "Anjos da Noite"
O quarto longa-metragem da série "Anjos da Noite" estreou em primeiro lugar no último fim de semana nos cinemas norte-americanos, superando o drama "Red Tails" (em segundo lugar), produzido por George Lucas, e o suspense "Contrabando" (em terceiro), com Mark Wahlberg, campeão da semana passada .

"Anjos da noite: O Despertar" traz novamente às telas o conflito entre vampiros e lobisomens, desta vez contando a história da jovem Nissa, filha da vampira Selene (Kate Beckinsale, heroína da franquia) que é uma mistura das duas raças.

Siga o iG Cultura no Twitter

Dirigido por Björn Stein e Måns Mårlind e com orçamento de US$ 70 milhões, o filme tem ainda no elenco Scott Speedman, Michael Ealy e India Eisley, entre outros. Esta foi a segunda melhor estreia da série, ficando atrás apenas de "Anjos da Noite: A Evolução" (2006), que arrecadou US$ 26,9 milhões em seu primeiro fim de semana de exibição.

"Red Tails", o segundo colocado, foi além das previsões e faturou US$ 19,1 milhões nos EUA e Canadá, mais que o dobro do esperado. Sem apoio, o produtor George Lucas gastou US$ 58 milhões com a produção mais as despesas com marketing. O longa tem nos papéis principais Terrence Howard e Cuba Gooding Jr em um drama sobre os pilotos Tuskegee, um grupo de pilotos negros na Força Aérea norte-americana durante a Segunda Guerra Mundial.

O drama "Tão Forte e Tão Perto", que já circulava em circuito limitado e teve sua exibição expandida nos EUA, ficou com a 4º posição, arrecadando US$ 10,5 milhões, seguido por "À Toda Prova" ("Haywire"), de Steven Soderbergh, com arrecadação de US$ 9 milhões.

Na sequência das maiores bilheterias do final de semana ficaram a versão em 3D de "A Bela e a Fera", "Joyful Noise", "Missão Impossível 4", "Sherlock Holmes: O Jogo das Sombras" e "Os Homens que Não Amavam as Mulheres".

* com Reuters

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.