Almas atormentadas buscam redenção em "O Sol do Meio Dia"

Terceiro longa-metragem de Eliane Caffé aborda triângulo amoroso no Pará

Guss de Lucca, iG São Paulo |

Divulgação
Luiz Carlos Vasconcelos interpreta o atormentado Artur em cena do drama "O Sol do Meio Dia"
O quão longe uma pessoa pode ir para fugir de si mesma? Essa talvez seja a pergunta que os personagens principais de "O Sol do Meio Dia" tentam responder com seus atos, que têm em comum o abandono de suas vidas no interior do Pará e a busca por novas oportunidades na capital do Estado, Belém.

O primeiro personagem apresentado no filme é o artesão Artur, papel do competente Luiz Carlos Vasconcelos, que após cumprir pena em uma penitenciária retorna à casa onde foi protagonista de um crime passional. Se no início ele acredita que pode retomar a normalidade de seu antigo cotidiano, não tarda para que o tormento de um passado ainda presente em sua memória o force a abandonar tudo.

Seu caminho logo cruza com o de Matuim, herdeiro de uma velha embarcação que precisa consertar os erros do pai para tentar dar segmento à sua própria vida, regada a mulheres e bebida. Interpretado por Chico Diaz, o piloto de barco aceita com relutância a companhia de Artur em sua tentativa de quitar uma dívida, dando início a uma relação tumultuada por conta dos extremos que ambos representam.

Divulgação
Ciara (Claudia Assunção) e Matuim (Chico Diaz) fecham o triângulo amoroso do filme de Eliane Caffé
O terceiro elemento é a dona de casa Ciara, papel de Claudia Assunção, que também enxerga na mudança para Belém uma chance de dar sentido à sua vida, sufocada pela necessidade de cuidar do pai idoso e da filha rebelde. Ao contrário dos outros protagonistas, Ciara resolve com rapidez o seu conflito inicial, tornando-se parte de um triângulo amoroso que encontra seu ápice na revelação pública das feridas de Artur e Matuim.

O longa-metragem, terceiro da carreira de Eliane Caffé, mantém o estilo visual adotado pela diretora em seus trabalhos anteriores, "Kenoma" (1998) e "Narradores de Javé" (2002), retratando com crueza e de maneira quase documental regiões do interior do país pouco conhecidas das plateias dos grandes centros urbanos.

Fruto de uma busca pessoal da cineasta por locais distantes e quase que inexplorados pela cinematografia brasileira, o drama "O Sol do Meio Dia" é reflexo do refinamento de uma carreira de poucas, porém excelentes realizações.

Assista abaixo ao trailer de "O Sol do Meio Dia":

    Leia tudo sobre: O Sol do Meio DiaEliane Caffé

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG