Abel bate recordes de bilheteria no México

Dirigido pelo ator Diego Luna, filme estreou com apenas 65 cópias

EFE |

Getty Images
O ator e diretor mexicano Diego Luna
O filme "Abel", dirigido pelo mexicano Diego Luna, bateu recordes de bilheteria em seu primeiro fim de semana de exibição no México, com uma distribuição de apenas 65 cópias, afirmou hoje o diretor e ator. "Hoje acordei e fui direto ao computador para ver como tínhamos ido", confessou Luna, ao canal "Televisa". "Ainda faltam algumas contagens, mas já bateu recordes de lançamentos deste tamanho e ficamos felizes", disse o ator de filmes como E Sua Mãe também (2001) e Milk - A Voz da Igualdade (2008).

De acordo com o ator e diretor, a diferença em comparação com o recorde anterior é "gigante", cujo primeiro lugar era ocupado no México pelo filme Shakespeare Apaixonado (1998), do britânico John Madden. Em seu primeiro fim de semana Shakespeare Apaixonado arrecadou 2 milhões de pesos (US$ 155.038), enquanto Abel já faturou quase 3 milhões de pesos (US$ 232.558), e ainda "faltam muitos cinemas a serem contados", disse Luna.

"Recebi uma ligação dos distribuidores no sábado dizendo que estavam felizes, que era um sucesso gigante, que eles já podiam prever vendo os números do primeiro dia", afirmou Luna. "Eu ainda estava meio cético, mas ontem me dei conta de que era sério".

    Leia tudo sobre: Diego Luna

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG