Lista do iG tem longas como "Os Idiotas", "Irreversível" e "O Império dos Sentidos"

Entre os 330 filmes que integram a programação da 38ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo , que acontece até 29 de outubro, o ucraniano "A Gangue" promete ser o mais polêmico: com cenas bastante fortes, o longa conta a história de um internato que abriga uma rede secreta de crime e prostituição.

Mostra de Cinema de SP: Saiba tudo sobre o festival deste ano
Programação: iG seleciona os 20 filmes imperdíveis da Mostra

O filme entra para a lista de produções controversos que foram exibidos nos 38 anos de Mostra, de "A Última Ceia", em 1978, a "Miss Violence", no ano passado.

Veja os 11 filmes mais polêmicos da Mostra:

"A Gangue" -  38ª Mostra, em 2014
Um dos títulos mais badalados da Mostra deste ano, venceu o Grande Prêmio da Semana da Crítica em Cannes. Foi rodado em linguagem de sinais e não tem narração ou legendas. 

"Miss Violence" - exibido na 38ª Mostra, em 2013
Drama do diretor grego Alexandros Avranas fez um retrato da crise econômica grega com uma perturbadora história de incesto e pedofilia.

"Amor Pulsa Mais Rápido que Sangue" - 31ª Mostra, em 2007
O filme do diretor japonês Hideki Kitagawa ficou conhecido pela cena de cerca de dez minutos na qual um casal se cortava e chupava sangue do corpo do outro durante o sexo. 

"Shortbus" - 30ª Mostra, em 2006
Cenas bastante explícitas e as mais diversas práticas sexuais são mostradas no filme do diretor americano John Cameron Mitchell.

Lars Von Trier, um dos diretores que exibiu filmes polêmicos na Mostra
Divulgação
Lars Von Trier, um dos diretores que exibiu filmes polêmicos na Mostra

"Palíndromos" - 29ª Mostra, em 2005
O diretor americano Todd Solondz discute o aborto em uma sátira marcada por piadas politicamente incorretas, incluindo algumas sobre raça e deficiência.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Irreversível" - 26ª Mostra, em 2002
A dura cena em que a personagem da atriz Monica Bellucci é estuprada marcou o filme do cineasta argentino Gaspar Noé.

"Os Idiotas" - 22ª Mostra, em 1998
Um dos mais polêmicos longas do dinamarquês Lars von Trier, conta a história de um grupo anti-burguês que decide se comportar, em público, como se tivesse problemas mentais. Em 2014, a Mostra exibe a versão sem cortes de "Ninfomaníaca", com sexo explícito, sadomasoquismo e violência.

"Violência Gratuita" - 21ª Mostra, em 1997
Dois jovens psicopatas fazem jogos violentos com uma família que passa férias em uma casa à beira de um lago. Direção do austríaco Michael Haneke.

"Saló ou 120 Dias de Sodoma"  - exibido na 5ª Mostra, em 1981
Dirigido pelo italiano Pier Paolo Pasolini, conta a história de um grupo de jovens selecionados por dirigentes fascistas para serem objeto de tortura e experimentos sádico.

"O Império dos Sentidos" - exibido na 3ª Mostra, em 1979
As fortes cenas de sexo e violência fizeram com que o filme do cineasta japonês Nagisa Oshima fosse proibido em vários países. Na Mostra, passou três anos depois do lançamento.

"A Última Ceia"  - exibido na 2ª Mostra, em 1978
Nos primeiros anos do festival, durante a ditadura, muitos filmes tinham de ser transportados clandestinamentes para o Brasil. Nesse cenário, o cubano "A Última Ceia", de Tomás Gutiérrez Alea, que discute a escravidão, conseguiu entrar e ganhou o prêmio do público.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.