Do namoro com Jennifer Lopez ao Oscar por "Argo", relembre a trajetória do ator de "Garota Exemplar"

Garoto prodígio, ator em fim de carreira, diretor de prestígio. Aos 42 anos, Ben Affleck já foi chamado de tudo isso e, no momento, celebra a boa fase da carreira: tem uma série de projetos engatilhados e é o protagonista de "Garota Exemplar" , aguardada versão do best-seller de Gilliam Flynn que estreia nesta quinta-feira (2).

Crítica: Ben Affleck busca mulher desaparecida em "Garota Exemplar"

Da chegada à fama com "Gênio Indomável" à rejeição de seu nome como o novo Batman, relembre 7 momentos marcantes da vida e carreira de Ben Affleck:

O estrelado com "Gênio Indomável": Affleck estreou no cinema em 1981, no filme "The Dark End of the Street", mas ficou conhecido pelo grande público em 1997, quando ganhou o Oscar de roteiro original por "Gênio Indomável". O prêmio foi dividido com Matt Damon, seu amigo de infância. Os dois são bem próximos até hoje.

No filme, Damon é um talentoso jovem que passa a fazer sessões de terapia e a questionar sua vida e seus relacionamentos, inclusive a relação com o melhor amigo, interpretado por Affleck. Com o filme, os dois foram lançados ao status de prodígio em Hollywood.

Reabilitação: Affleck se internou em um clínica para tratamento de alcoolismo em 2001, ano em que lançou "Pearl Harbour". Na época, um porta-voz do ator disse que ele tinha decidido que "uma vida mais plena sem álcool o esperava". Depois, em entrevistas, Affleck afirmou que a internação tinha sido uma "medida preventiva", já que seu pai fora alcoólatra.

Ben Affleck está casado com Jennifer Garner desde 2005; na foto, o casal no Oscar 2013
Jason Merritt/Getty Images
Ben Affleck está casado com Jennifer Garner desde 2005; na foto, o casal no Oscar 2013

"Bennifer": Também em 2001 Affleck começou a namorar a atriz e cantora Jennifer Lopez, no que seria seu relacionamento amoroso mais notório. Os dois se conheceram nas filmagens de "Contato de Risco" e desde então viraram assunto constante dos tabloides, tendo recebido o apelido de "Bennifer".

A "excessiva atenção da mídia" foi o motivo alegado para que o casamento dos dois, marcado para 14 de setembro de 2003, fosse adiado. O casal nunca chegou ao altar, terminando a relação em janeiro de 2004. No mesmo ano ele conheceu a atriz Jennifer Garner, com quem está casado desde 2005. Os dois são pais de três filhos.

"Demolidor" e carreira em baixa: Na mesma época em que namorada Lopez, Affleck vivia a fase mais difícil da carreira. Em 2003, fracassou nas bilheterias com "Contato de Risco" e foi massacrado pela crítica em "Demolidor - O Homem Sem Medo", comumente citado entre as piores adaptações de quadrinhos para o cinema. O próprio ator admitiu não gostar do filme, dizendo ser o único trabalho do qual se arrepende.

A carreira estava tão em baixa que foi tema de uma reportagem do jornal "Los Angeles Times" intitulada "A grande queda de Ben": "Affleck está emaranhado em uma série de eventos desafortunados e a pergunta agora é se ele pode se recuperar", dizia o texto.

Oscar por "Argo": A redenção de Affleck começou em 2007, quando fez sua estreia na direção com "Medo da Verdade". O filme foi bastante elogiado pela crítica, assim como os que vieram depois, "Atração Perigosa" e "Argo".

Este último, estrelado e dirigido por Affleck, representou sua consagração: foi premiado com o Oscar de melhor filme em 2013 e deu novo fôlego à carreira do ator.

Ben Affleck no set de 'Argo'
Divulgação
Ben Affleck no set de 'Argo'

Polêmica sobre "Batman": A volta à boa fase, porém, não convenceu a todos. Quando foi anunciado que Affleck assumiria o papel de Batman no novo filme do super-herói, a reação na internet não foi das melhores. Fãs chegaram a organizar um abaixo-assinado para convencer a Warner, estúdio responsável pelo filme, a mudar de ideia. 

Não adiantou: as filmagens já começaram e o filme "Batman e Superman: Alvorecer da Justiça", deve estrear em 2016.

Pôquer e cassinos: Fã de pôquer, em 2003 Affleck participou do programa Celebrity Poker Showdown e no ano seguinte ganhou um campeonato do jogo na Califórnia. Além disso, o ator recentemente admitiu ter sido proibido de jogar blackjack (ou 21) em alguns cassinos após uma série de vitórias levantar a suspeita de que ele contava cartas, estratégia na qual o jogador estima a proporção de cartas altas e baixas a serem colocadas em jogo.

Ele disse que a acusação era verdadeira. "Me dediquei a aprender e me tornei um jogador decente. E a partir daí, os cassinos me pediram para não jogar mais."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.