Americano de 18 anos foi preso por ter furtado um pedaço do capô do Porsche do ator morto em novembro de 2013

Reuters

Um adolescente que roubou parte do capô do Porsche destruído do ator Paul Walker, pouco após o astro de “Velozes e Furiosos” ter morrido no acidente , foi sentenciado na quinta-feira a seis meses de prisão, disse um porta-voz da promotoria.

Mais - Paul Walker, Heath Ledger: veja atores que tiveram filmes póstumos

Jameson Brooks Witty, de 18 anos, uma das duas pessoas presas por pegar o componente do carro, declarou-se culpado neste mês de roubo de propriedade, destruição de provas e obstrução de trabalho policial, disse em comunicado o promotor do condado de Los Angeles.

Um juiz do condado sentenciou Witty na quinta-feira a seis meses de cadeia e três anos de liberdade condicional, disse Ricardo Santiago, um porta-voz do escritório da promotoria. Anthony Edward Janow, de 26 anos, que se declarou culpado das mesmas acusações, deve receber sua sentença em outubro, segundo promotores.

Leia também: Os cinco melhores papéis de Paul Walker

A morte de Walker em um acidente de trânsito em Santa Clarita, Califórnia, a 48 quilômetros do noroeste de Los Angeles, forçou uma paralisação temporária na produção do sétimo filme da franquia de “Velozes e Furiosos”.

A polícia revelou após o acidente, em novembro, no qual também morreu o condutor Roger Rodas, que parte do Porsche Carrera GT no qual eles estavam foi roubada do local da batida.

Policiais de Los Angeles prenderam Witty em dezembro, após realizarem uma busca em sua casa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.