"Pulp Fiction" e outros filmes clássicos voltam a ser exibidos no cinema

Por Luísa Pécora , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Produções antigas como "Taxi Driver" e "Bonequinha de Luxo" poderão ser vistas em salas de shoppings do País

Montar um cinema em casa ficou mais fácil com o barateamento das televisões de alta tecnologia e a popularidade dos filmes "on demand" (assistidos na hora em que o telespectador deseja, por TV a cabo ou via internet). Mas um crescente movimento de reestreia de clássicos indica que ainda é cedo para proclamar a morte das salas de cinema.

Salas do circuito de arte de São Paulo vêm tendo sucesso com a exibição de filmes antigos: "Os Pássaros", de Alfred Hitchcock, ganhou espaço no Espaço Itaú; uma mostra dedicada a Stanley Kubrick teve ingressos esgotados no Museu da Imagem e do Som; e os clássicos são presença constante na programação do Cinesesc, que recentemente exibiu uma retrospectiva de Billy Wilder e a versão 3D de "Disque M Para Matar", também de Hitchcock.

Agora, chegou a vez de os clássicos chegarem ao cinemas de shopping. Uma das maiores redes do País, o Cinemark inaugura neste sábado (31), em 31 complexos de 17 cidades brasileiras, uma programação dedicada a filmes que marcaram o cinema.

'Taxi Driver' (1976), de Martin Scorsese, abre a programação do Clássicos Cinemark, com exibições em 31 de maio, 1º e 4 de junho. Foto: Divulgação'Pulp Fiction - Tempo de Violência' (1994), de Quentin Tarantino, será exibido em 7, 8 e 11 de junho. Foto: Divulgação'Laranja Mecânica' (1971), do diretor Stanley Kubrick, terá sessões nos dias 14, 15 e 18 de junho. Foto: DivulgaçãoO musical 'Os Embalos de Sábado à Noite' (1977) será exibido nos dias 21, 22 e 25 de junho. Foto: Divulgação'Grease - Nos Tempos da Brilhantina' (1978), com John Travolta e Olivia Newton-John, passará em 28 e 29 de junho e 2 de julho. Foto: Reprodução'Bonequinha de Luxo' (1961), com Audrey Hepburn, será exibido nos dias 5, 6 e 9 de julho. Foto: Divulgação

São eles "Taxi Driver" (1976), de Martin Scorsese (1976); "Pulp Fiction - Tempo de Violência" (1994), de Quentin Tarantino; "Laranja Mecânica" (1971), de Kubrick; "Os Embalos de Sábado a Noite" (1977) e "Grease - Nos Tempos da Brilhantina" (1978), ambos musicais estrelados por John Travolta, e "Bonequinha de Luxo" (1961), filme mais conhecido de Audrey Hepburn, todos em cópias restauradas e digitais.

Cada clássico será exibido três vezes ao longo de uma semana (sábados às 23h55, domingos às 12h30 e quartas às 19h30) em São Paulo, São Caetano do Sul, Barueri, Rio de Janeiro, Niterói, Aracaju, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Curitiba, Florianópolis, Vitória, Natal, Porto Alegre, Recife e Salvador.

Divulgação
'Um Corpo que Cai', de Alfred Hitchcock, recentemente exibido nos cinemas

De acordo com diretora de marketing do Cinemark Brasil, Bettina Boklis, o programa foi inspirado no sucesso da iniciativa nos Estados Unidos, que em dois anos atraiu mais de 1 milhão de espectadores para filmes clássicos.

A rede acredita que a ideia pode pegar no Brasil, assim como aconteceu com a exibição de óperas, parte da programação das salas há três anos.

Siga o iG Cultura no Twitter

"Estou surpresa com a procura pelos clássicos. Fomos entender se havia interesse, e descobrimos que as pessoas realmente querem vê-los", diz Boklis, em entrevista ao iG.

Para ela, é impossível oferecer uma estimativa de público. "Tudo vai ser aprendizado. Sabemos que sessões à meia-noite funcionam em São Paulo, mas não sabemos como vai ser em Campo Grande. Acredito que vamos nos surpreender."

Delivery e restaurante

Mas o que leva alguém a ir ao cinema para ver filmes que já estão disponíveis na TV a cabo, DVD, Blu-ray e streaming (sem contar os downloads ilegais)?  Para Boklis, há dois motivos principais: rever na tela grande um filme que estreou quando o espectador era jovem ou nem nascido, e apresentar a obra a uma geração mais nova.

"Eu, por exemplo, nunca vi 'Grease' no cinema, e agora vou poder. Um pai de 50 anos que assistiu ao filme na telona na época da estreia agora quer levar o filho de oito anos. Queremos dar esta oportunidade", afirma.

Para o diretor do Museu da Imagem e do Som, André Sturm, há tambem um desejo de participar de uma experiência coletiva de cinema, seguindo o bom e velho ritual de ir a uma sala escura, com outras pessoas.

Luísa Pécora
'Glória Feita de Sangue', lançado em 1957 por Stanley Kubrick, foi exibido no MIS em 2013

"Se a televisão e o Netflix fossem acabar com o cinema, o delivery teria acabado com os restaurantes", compara. "São duas experiências diferentes. Tem dia em que você quer ficar em casa, pedir comida e ver um filme na TV. Tem dia em que você quer sair, ir a um restaurante e ao cinema, estar num ambiente com mais gente."

Próximos clássicos

Antes mesmo da estreia do Clássicos Cinemark, a rede já tem prevista a realização de uma segunda temporada do projeto, com a exibição de "O Poderoso Chefão" (1972), "Forrest Gump - O Contador de Histórias" (1994), "Império do Sol" (1987), "A História Sem Fim" (1984), "Quanto Mais Quente Melhor" (1959) e "Lawrence da Arábia" (1962).

Uma eventual mudança ou ampliação nos horários de exibição de clássicos dependerá dos resultados da primeira fase. "Existe essa possibilidade, mas não vamos machucar a programação normal. Precisamos acomodar os filmes", diz Boklis.

Belas Artes e o "Noitão"

Os clássicos também terão presença forte no Cine Belas Artes, previsto para ser reinaugurado em julho em São Paulo. Proprietário e programador da sala, Sturm conta que sua produtora, Pandora, comprou os direitos dos principais filmes do diretor francês François Truffaut. A ideia é montar um grande festival, com 18 títulos, já para a estreia do espaço.

Sturm também promete a volta do famoso "Noitão", como eram conhecidas as maratonas cinematográficas que aconteciam durante a madrugada no Belas Artes, e muitas vezes incluíam clássicos. "O Noitão é nossa marca registrada, e voltará com certeza."

Leia tudo sobre: cinemataxi driverbonequinha de luxoclássicosigsppulp fiction

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas