Integrante do "Porta dos Fundos" estreia como diretor no filme "Entre Abelhas"

Por Nina Ramos (iG Rio) | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Longa está na segunda semana de filmagens no Rio de Janeiro e conta com roteiro de Fábio Porchat

Fábio Porchat e Ian SBF estão prestes a realizar um sonho que já dura quase uma década: levar para o cinema a ideia de um roteiro que surgiu do nada, habitou entre rascunhos e gavetas durante um bom tempo, foi lapidado com cuidado e agora está maduro o suficiente para virar longa. Há nove anos, o ator e o diretor do grupo “Porta dos Fundos” trabalham com a história de “Entre Abelhas”, que está na sua segunda semana de filmagens no Rio e deve pintar nas telonas no final deste ano.

Fotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", filme de parceria de Fábio Porchat com Ian SBF. Foto: Claudio AndradeFotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", filme de parceria de Fábio Porchat com Ian SBF. Foto: Claudio AndradeFotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", filme de parceria de Fábio Porchat com Ian SBF. Foto: Claudio AndradeFotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", novo filme de parceria entre Fábio Porchat e Ian SBF. Foto: AgNewsFotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", novo filme de parceria entre Fábio Porchat e Ian SBF. Foto: AgNewsFotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", novo filme de parceria entre Fábio Porchat e Ian SBF. Foto: AgNewsFotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", filme de parceria de Fábio Porchat com Ian SBF. Foto: Claudio AndradeFotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", filme de parceria de Fábio Porchat com Ian SBF. Foto: Claudio Andrade

Na noite de terça-feira (20), Porchat e Ian se reuniram com Irene Ravache e Giovanna Lancellotti para uma coletiva sobre o início das filmagens. O filme é o debut de Fábio como roteirista de tela grande, assim como a primeira vez de Ian também na direção de um longa. É um desafio, sim. É difícil deixar a imagem e os vícios de interpretação e condução dos vídeos do “Porta dos Fundos” de lado, sim. Mas eles estão mais do que dispostos a encarar essa parada.

Siga o iG Cultura no Twitter

“Lá atrás, há nove anos, era uma coisa impossível levar essa história para o cinema. Não era real. O Ian não acreditava que fosse acontecer, eu achava que ninguém ia querer fazer. E é legal ver que nove anos depois as coisas mudaram bem. A Mixer (produtora) comprou a briga total. Aliás, todos os nossos parceiros entraram e fortaleceram muito. E daí a gente começou a tocar o projeto”, disse Porchat. O filme ainda tem coprodução da MGM, da Globo Filmes e da Fondo Filmes, produtora que Ian e Porchat abriram em 2007.

A história é a seguinte: Bruno (Porchat) é um homem na faixa dos 30 anos que está em crise. Ele acabou de se separar de Regina (Giovanna Lancellotti), tem mil problemas para resolver, volta a morar na casa da mãe (Irene Ravache), o que não ajuda muito sua situação, e de repente percebe que algo estranho está acontecendo. As pessoas ao redor de Bruno começam a sumir. “Elas existem, mas ele não consegue enxergar. É uma tragicomédia e muito diferente de tudo que já fiz no cinema e na carreira. Tem humor, cenas muitos divertidas, mas não é um filme de comédia”, avisou.

O sim de Irene Ravache

AgNews
Fotos da coletiva de imprensa de "Entre Abelhas", novo filme de parceria entre Fábio Porchat e Ian SBF

O encontro com a imprensa, claro, foi recheado de piadas e tiradinhas rápidas de Porchat e companhia. Mas Irene também teve seu momento. Aliás, curiosa a história de como parou em “Entre Abelhas”. “Eu estava em casa e recebi o telefone de um rapaz que disse ser Fábio Porchat e que ele queria me convidar para um filme. Eu só respondi ‘ham’, lacônica. Ele foi murchando, tentando explicar quem era, que tinha o canal ‘Porta dos Fundos’, que fez trabalhos na Globo… Até que eu desisti. Falei: ‘lógico que sei quem você é. Eu só estou te tratando assim, indiferente, porque achei que era o Marcelo Médici me passando um trote’. Ele me passa trote direto, e eu caio sempre!”, revelou a veterana.

Irene não deixou de elogiar Porchat. “Esse não é o convite de qualquer um. Fábio é um arquipélago bem sucedido. Ele faz muita coisa e tudo que faz é muito bom. Todos adoram o Fábio, e isso é bem merecido. É uma admiração merecida, porque ele é bárbaro. Eu adoro o Porta dos Fundos, como todo mundo. Na ligação, eu pedi logo para ver o roteiro do filme, e fiquei encantada de cara. É uma comédia completamente diferente, inesperada, muito engraçada, elegante e com uns toques inusitados. Um nonsense delicioso. Depois ele me falou que o diretor seria o Ian. Eu disse: ‘então, o que estamos esperando, não é?’”, contou, arrancando um sorriso envergonhado dos “Portas”.

Giovanna, que faz sua estreia no cinema, também ficou surpresa quando recebeu o convite de Porchat e topou na hora. “Eu começo a gravar neste próximo fim de semana. Estou feliz porque quero fazer cinema há muito tempo, e essa é uma oportunidade muito legal. É uma personagem mais velha do que eu, a gente até ficou um pouco em dúvida, mas bancamos mesmo assim. E vai ficar ótimo. O roteiro é muito engraçado. É uma comédia engraçada nas situações, na verdade”, pontou a jovem atriz de 21 anos.

Parceria no trabalho e na vida

Dividir com Ian o roteiro e também o set é confortável e justo, segundo Porchat. Amigos há 12 anos, a relação no ambiente de trabalho é tão produtiva que não existe razão para ser diferente. “Nós somos padrinhos de casamento um do outro e nossos casamento já até acabaram, só para você ter ideia (risos). É bom ver que essa parceria ficou ainda mais profunda no cinema. Tem vezes que acaba uma cena, eu sei que ele acha que falta alguma coisa e ele não precisa nem falar, eu já entendo o que ele quer dizer”, falou o ator.

Dan Behr/ Divulgação
Cena do filme "Entre Abelhas", parceria entre Fábio Porchat e Ian SBF

Para Ian, ter Porchat na sua estreia nos cinemas também deixa o processo mais fácil. “É um desafio, claro, mas é um pouco diferente. Eu estou trabalhando com o Fábio 90% do filme, nós somos amigos na vida, fazemos o ‘Porta’ juntos e mais um monte de coisa. Então, estou muito à vontade. Conheço como ele trabalha. Como eu disse, é um desafio, mas fico muito confortável. Eu estou muito feliz com isso”, garantiu.

Sobre as questão técnicas, serão no total cinco semanas de filmagens, e o orçamento gira em torno de R$ 5 milhões. “Estamos fazendo basicamente tudo em locação, nada de estúdio. Gostamos do real, da realidade do mundo no nosso filme. Já rodamos cenas no metrô, em estádio de futebol (São Januário), em praças cheias de gente, ou vazias”, contou Ian. Completam o elenco Marcos Veras, Marcelo Valle, Silvio Matos, Letícia Lima e Luis Lobianco.

Não esquecemos de perguntar, claro, o motivo do título: “Eu não sei se vocês sabem, mas as abelhas do mundo estão sumindo, e ninguém sabe o que está acontecendo. É sério, outro dia eu vi um cara que foi no Jô falar sobre isso e eu fiquei preocupadíssimo, porque se acabar abelha, acaba flor, mel, acaba o mundo! E é meio que isso que acontece com o Bruno no filme. Ele não sabe o que está acontecendo com as pessoas e nem o motivo, mas elas estão sumindo. Eu gosto desse realismo fantástico, de não precisar ter explicação. A gente vai brincar muito com isso também, do que é real e do que não é na visão de Bruno no filme”, disse Porchat.

Canal na internet

Fãs confessos da tecnologia como parceira na divulgação, Ian e a turma do “Entre Abelhas” já criou um canal no Youtube para mostrar um diário de bordo do filme até a sua estreia. O “publicar” do primeiro teaser foi dado durante a coletiva. Toda terça e sexta-feira um novo vídeo será postado na página do filme. “Todo o material de divulgação vai estar lá. Entrevista, bastidores, set, antes durante e depois. Vamos mostrar o fotógrafo, o diretor, o maquiado… Todo mundo que entrar vai saber de detalhes do ‘Entre Abelhas’”, avisou Ian.

Leia tudo sobre: fabio porchatian sbfirene ravachecinemaentre abelhas

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas