"O universo feminino é doido, cabe tudo", diz atriz de "S.O.S Mulheres ao Mar"

Por Luísa Pécora , iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Em vídeo, Fabíula Nascimento e Thalita Carauta falam sobre comédia romântica que estreia nesta quinta-feira (20)

Fabíula Nascimento e Thalita Carauta interpretam as personagens mais cômicas de "S.O.S. Mulheres ao Mar", filme que estreia nesta quinta-feira (20). As duas comemoram o bom momento das mulheres humoristas, com o sucesso de artistas como Tatá Werneck, Clarice Falcão e Dani Calabresa, entre outras.

Crítica: "S.O.S. Mulheres ao Mar" fortalece personagens femininas
Mais: Com piores papéis femininos, Hollywood "esquece" mulheres da plateia

"Acho que a mulher (está em alta) em tudo. No humor, no cinema e na televisão não ia ser diferente", afirmou Carauta, em entrevista ao iG. "Hoje em dia a gente se estabelece muito bem, tem um espaço", completou Nascimento.

Veja a entrevista com Thalita Carauta e Fabíula Nascimento:

O fato de "S.O.S. Mulheres ao Mar" basear seu humor principalmente nas personagens femininas, deixando os homens nos papéis coadjuvantes, atraiu as atrizes.

"Todo mundo que fazer um filme com um personagem que tem personalidade", disse Nascimento. "O universo feminino é muito doido, cabe tudo. A gente é muito maluca."

Vídeo: Gianecchini e Antonelli fazem quinto par romântico em "S.O.S. Mulheres ao Mar"

Imagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'S.O.S. - Mulheres ao Mar'. Foto: Divulgação

No filme, Giovanna Antonelli é Adriana, uma tradutora de filmes pornôs que deixou de lado o sonho de ser escritora para apoiar a carreira do marido, o arquiteto Eduardo (Marcello Airoldi). Após dez anos de casamento, ela é trocada por Beatriz (Emanuelle Araújo), uma famosa e bela atriz com quem Eduardo fará um cruzeiro para a Itália.

Siga o iG Cultura no Twitter

Disposta a reconquistá-lo, Adriana embarca no navio ao lado da irmã, Luiza (Nascimento), e da empregada, Dialinda (Carauta). A ideia é separar o novo casal, mas o foco de Adriana muda quando ela encontra, na cabine ao lado, o sensível e bonitão André (Reynaldo Gianecchini, em seu quinto par romântico com Antonelli).

As filmagens aconteceram em um cruzeiro de verdade, com cerca de 3 mil passageiros. Para Carauta, o ambiente ajudou o filme ao criar intimidade entre o elenco. "Foi maravilhoso estar dez dias ali, fechado, gravando, trabalhando", contou. "Acho que foi o ponto positivo, foi determinante para o filme."

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas