Philip Seymour Hoffman morreu de overdose acidental, diz laudo

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

De acordo com Instituto Médico Legal de NY, ator teve intoxicação aguda por drogas, incluindo heroína, cocaína, benzodiazepínicos e anfetaminas

Reuters

O ator Philip Seymour Hoffman, que foi encontrado morto em seu apartamento em Nova York em 2 de fevereiro com uma agulha no braço, morreu de uma overdose acidental de drogas, afirmou o Instituto Médico Legal de Nova York nesta sexta-feira.

A causa da morte foi intoxicação aguda por drogas, incluindo heroína, cocaína, benzodiazepínicos e anfetaminas, de acordo com a porta-voz legista, Julie Bolcer.

Leia também: Philip Seymour Hoffman em sete personagens marcantes

Philip Seymour Hoffman posa para fotos no Festival de Sundance, em janeiro. Foto: APPhilip Seymour Hoffman em 'O Mestre'. Foto: DivulgaçãoPhilip Seymour Hoffman em 'Dúvida'. Foto: DivulgaçãoLaura Linney e Philip Seymour Hoffman em 'A Família Savage'. Foto: DivulgaçãoTom Hanks e Philip Seymour Hoffman em 'Jogos de Poder'. Foto: DivulgaçãoPhilip Seymour Hoffman em 'Capote'. Foto: DivulgaçãoPhilip Seymour Hoffman em 'Felicidade' . Foto: DivulgaçãoPhilip Seymour Hoffman em 'Boogie Nights: Prazer Sem Limites'. Foto: Divulgação

Uma overdose era a suspeita principal depois que Hoffman, de 46 anos, foi encontrado morto. A confirmação coloca o ator, considerado um dos maiores de sua geração, numa crescente lista de artistas que sucumbiram às drogas.

Leia também: Seymour Hoffman pede que filho seja criado em metrópole

O ator Cory Monteith, da série "Glee", morreu aos 31 anos em Vancouver por conta de uma overdose acidental de heroína e álcool em outubro. As drogas também foram a causa da morte do ator australiano Heath Ledger, em 2008, e da cantora Whitney Houston, em 2012.

A trágica morte de Hoffman coincide com um aumento no consumo de heroína nos Estados Unidos, que segundo o governo do país, atingiu proporções epidémicas nos últimos cinco anos.

Hoffman venceu o Oscar de melhor ator pelo seu desempenho no filme biográfico de 2005 "Capote". Ele era conhecido por sua versatilidade nos palcos e nas telas.

Leia tudo sobre: CULTURAGENTESEYMOUROVERDOSE

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas