Michael Keaton elogia "inteligência" de Padilha e defende vilão de "RoboCop"

Por Nina Ramos , iG Rio de Janeiro |

compartilhe

Tamanho do texto

Em vídeo, ator diz que seu personagem, Raymond Sellars, é "cruel e manipulador", mas "quer criar um futuro"

O fato de o brasileiro José Padilha ter sido escolhido para dirigir "RoboCop", que estreou nesta sexta-feira (21), foi um dos motivos que levaram o ator Michael Keaton a aceitar o convite para integrar o elenco do filme.

Crítica: "RoboCop" de José Padilha tem mais emoção e política
Infográfico: Compare o "RoboCop" original com o remake
Vídeo: "No fundo, é um filme brasileiro", diz Padilha sobre "RoboCop"

“Tanto no set quanto fora dele, o que realmente distingue Padilha é sua inteligência", disse Keaton, em entrevista ao iG. "Ele vê as coisas de um ponto de vista social, filosófico. Está sempre pensando, sempre com energia e entusiasmado. O cara é ótimo para se trabalhar”.

Veja a entrevista do iG com Michael Keaton:

Em conversa exclusiva com o iG no Rio de Janeiro, por onde passou nesta semana para divulgar o longa, Keaton ainda elogiou a perfomance de Joel Kinnaman como RoboCop.

Expert em uniformes de super-heróis, já que viveu Batman duas vezes, Keaton apontou a dificuldade de se fazer este tipo de papel “As pessoas não percebem o quanto é difícil atuar dentro (de uma armadura), não apenas porque é difícil se mover - aliás, a roupa até acaba ajudando -, mas para expressar nuance e não exagerar com o rosto. Ele é um ator muito bom”, contou.

Siga o iG Cultura no Twitter

Imagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Robocop', dirigido por José Padilha. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: Divulgação

Em "RoboCop", o personagem de Keaton é dono da Omnicorp, megacorporação que quer produzir robôs para serem utilizados no lugar de policiais norte-americanos.

“Ele é esperto, pensa grande e já é rico, então não precisa do dinheiro. Ele acredita no que está fazendo. É um pouco cruel e manipulador, mas não está em busca de poder mundial. Ele gosta de seu poder e gostaria de ter um pouco mais, mas não está atrás de dinheiro ou de dominar o mundo. Ele é um cara que quer criar um futuro”, contou.

“É um filme muito inteligente, por causa de José, do roteirista, da colaboração de todos. Nós discutíamos muito as cenas. Mas é entretenimento. É um grande filme de ação, divertido, visualmente ótimo. Mas você precisa pensar sobre o tema”, completou.

Leia tudo sobre: robocopmichael keatonjosé padilhajoel kinnamancinema

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas