Por que "12 Anos de Escravidão" é favorito ao Oscar de melhor filme?

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Veja os cinco pontos fortes do longa dirigido por Steve McQueen na corrida pela estatueta da Academia

Quando "12 Anos de Escravidão" foi exibido no Festival de Toronto, em outubro, muitos críticos deram por encerrada a corrida pelo Oscar. Para eles, o filme de Steve McQueen - que estreia nesta sexta-feira (21) no Brasil - já estava com as mãos na estatueta da Academia.

De lá para cá, "12 Anos de Escravidão" se saiu bem na difícil tarefa de manter o frisson e o status de favorito. Mas para levar o Oscar, que será entregue em 2 de março, ainda precisa bater os também fortes concorrentes "Trapaça" e "Gravidade".

Leia também: Por que "Trapaça" é favorito ao Oscar?

Imagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme '12 Anos de Escravidão'. Foto: Divulgação

Veja por que "12 Anos de Escravidão" é favorito ao Oscar.

Tema relevante: Se "Trapaça" é o concorrente mais divertido, e "Gravidade" o mais inovador, "12 Anos de Escravidão" é sem o dúvida o de maior importância social: conta a história real de Solomon Northup, um homem livre vendido como escravo nos Estados Unidos pré-Guerra Civil. É, também, o melhor de uma série de filmes lançados recentemente sobre a luta dos negros por direitos iguais, incluindo "O Mordomo da Casa Branca" e "Fruitvale Station - A Última Parada".

Tem a trama mais comovente: Histórias emotivas costumam agradar os votantes do Oscar - e melhor ainda se tiverem acontecido de verdade. "12 Anos de Escravidão" se encaixa nos dois quesitos ao narrar a trajetória de Northup, considerado um herói norte-americano. Em "Trapaça", ao contrário, quase todos os personagens são vigaristas e de moral duvidosa.

Saiba tudo sobre o Oscar 2014

Divulgação
Cena do filme '12 Anos de Escravidão'

Recebeu outros prêmios importantes: Numa temporada marcada pela divisão de troféus entre vários filmes, "12 Anos de Escravidão" levou para casa o Globo de Ouro, o Critics Choice Awards, o Bafta e o prêmio do Sindicato dos Produtores, este último empatado com "Gravidade" (que também triunfou no Sindicato dos Diretores). Em geral, quando os dois filmes se enfrentaram diretamente, "Gravidade" levou maior número de prêmios, mas "12 Anos" ganhou nas categorias mais importantes.

Foi indicado em todas as categorias cruciais: "12 Anos de Escravidão" recebeu nove indicações ao Oscar, uma a menos do que "Trapaça" e "Gravidade". No entanto, está na disputa de todas as categorias consideradas cruciais: atuação, direção, edição e roteiro. Esta última ficou faltando para "Gravidade", e as estatísticas pesam contra: o último filme a levar a estatueta principal sem indicação para o roteiro foi "Titanic", em 1998.

Brad Pitt atua e produz o filme: Um filme com atores desconhecidos como Chiweter Ejiofor e Lupita Nyong'o poderia encontrar dificuldades para ser visto, tanto pelo público comum quanto pelos votantes da Academia. Mas "12 Anos de Escravidão" tem uma arma secreta: Brad Pitt, que além de fazer uma participação pequena como ator também produziu o filme, e subirá ao palco em caso de vitória. O fato de Pitt ser muito bem relacionado em Hollywood pode ajudar "12 Anos", assim como a produção de George Clooney favoreceu "Argo" no ano passado.

Leia tudo sobre: 12 anos de escravidãooscarcinemaoscarsteve mcqueen

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas