Dirigido por José Padilha, "RoboCop" recebe críticas pouco entusiasmadas nos EUA

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

"New York Times" diz que cineasta brasileiro faz trabalho "competente", mas não "excepcional"

A imprensa norte-americana publicou críticas pouco entusiasmadas de "RoboCop", estreia do brasileiro José Padilha ("Tropa de Elite") em Hollywood. O filme, um remake do longa de 1987 dirigido por Paul Verhoeven, teve 49% de resenhas positivas até esta sexta-feira (14), de acordo com o site Rotten Tomatoes.

Manohla Dargis, do "The New York Times", disse que o filme tem bom elenco e é um "remake respeitável". Sobre Padilha, escreveu: "Na maior parte do tempo, ele lida com as cenas de ação de menor escala de 'RoboCop' de forma competente, ainda que não excepcional, e quanto mais perto fica dos atores, melhor."

Leia também: Revista norte-americana elogia "RoboCop"

Imagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoCena de 'Robocop', dirigido por José Padilha. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'RoboCop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Robocop'. Foto: Divulgação

A crítica do "Los Angeles Times", assinada por Betsy Sharkey, também elogiou o elenco, mas disse que "RoboCop" não tem nem a sátira, nem a violência e nem a excitação do original. "Embora o filme não seja um completo desastre, também não é o 'RoboCop' do seu pai."

Joe Morgenstern, do "Wall Street Journal", disse que o filme tem momentos interessantes mas, no fim, se resume a uma "aventura de ação rica em gráficos, pobre em lógica, com problemas de coerência e pouco prazerosa."

Siga o iG Cultura no Twitter

O crítico do "Chicago Tribune", Michael Phillips, disse que Padilha filma com um "estilo de câmera trêmula" que não o agrada. "Mas ao contrário do recente e vazio remake de 'O Vingador do Futuro', por exemplo, este filme vem até você com uma ou outra ideia, além de todas as armas disponíveis", escreveu.

Já David Edelstein, da revista "New York", afirmou que o remake é bem diferente do original e, por isso, justifica totalmente sua existência. "Isto não significa que o filme seja especialmente bom. Mas é um raro remake que transcende a vontade de acumular dinheiro dos estúdios. Há algumas grandes ideias." 

Leia tudo sobre: robococinemajosé padilha

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas