Legistas de Nova York devem fazer novos exames para determinar o que causou a morte do ator

AP

Legistas de Nova York afirmaram na tarde desta quarta (5) que a autópsia no corpo do ator Philip Seymour Hoffman deu resultado inconclusivo. Os peritos devem fazer novos exames para determinar o que causou a morte do ator.

Siga o iG Cultura no Twitter

O norte-americano Philip Seymour Hoffman foi encontrado morto no banheiro do apartamento onde morava, em Nova York. O ator de 46 anos estava com uma seringa espetada no braço. Cerca de 50 papelotes de heroína também foram apreendidos no imóvel.

Leia também: Polícia acha seringas usadas na casa de Hoffman
Repercussão: Artistas lamentam morte de Philip Seymour Hoffman

Um porta-voz da equipe de legistas de Nova York disse que não há prazo para que o resultado final da autópsia seja entregue. Ela não disse quais testes seriam feitos no corpo, mas em casos do tipo normalmente são realizados testes toxicológicos e de tecido da pele.

A polícia suspeita que Philip Seymour Hoffman tenha morrido devido a uma overdose.

Na terça (4), quatro pessoas foram presas por suposta ligação com as drogas encontradas na casa do ator. As prisões ocorreram durante uma batida policial em um imóvel do bairro de Chinatown, em Manhattan, que a polícia suspeita estar na origem da heroína encontrada na casa de Hoffman, segundo informações do jornal "Daily News".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.