Novo Cine Belas Artes terá ingresso mais barato do que outras salas da Paulista

Por Susan Souza , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

"Me sinto menos prefeito e mais signatário do abaixo-assinado", diz Haddad sobre reabertura do cinema

O Cine Belas Artes, clássico espaço de cinema localizado na esquina da rua da Consolação com a avenida Paulista, em São Paulo, será oficialmente reaberto. Na nova fase, o espaço será chamado de Cine Caixa Belas Artes.

Alessandra Negrini e Marcelo Médici. Foto: Thiago Duran/AgNewsAlessandra Negrini e Marcelo Médici. Foto: Thiago Duran/AgNewsAnúncio da reabertura do Cine Caixa Belas Artes. Foto: Susan Souza/iGPainéis colados nos tapumes do Cine Belas Artes, que havia deixado de funcionar em 2011. Foto: J. Duran Machfee/Futura Press

Segundo o anúncio feito nesta terça (28) pela prefeitura e representantes do setor privado, a previsão é de que as salas voltem a funcionar já em maio. "Eu me sinto menos prefeito e mais um signatário desse abaixo-assinado que vocês organizaram", disse o prefeito Fernando Haddad, referindo-se às assinaturas coletadas pelo Movimento Cine Belas Artes para a restauração do espaço.

A abertura do encontro foi feita pelos atores Alessandra Negrini e Marcelo Médici, que leram um discurso sobre a história do Belas Artes e sua importância cultural. "Pedi no Facebook, pedi no Twitter e meu sonho se realizou", disse Médici.

O anúncio também teve a presença do secretário municipal da Cultura Juca Ferreira, que falou sobre o caráter "afetivo" do Belas Artes. "(Esse cinema) é uma espécie de patrimônio afetivo da cidade", disse, afirmando que existe a ideia de "ampliar as redes culturais" da Capital.

O atual diretor do MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo) André Sturm, que já foi proprietário do Belas Artes, será o programador do espaço na nova fase do cinema, agora patrocinado pelo setor de marketing da Caixa Econômica Federal.

Com previsão de reabertura para o mês de maio, o local terá incentivos ao público como cobrança de meia-entrada aos trabalhadores que apresentarem o holerite às segundas-feiras, projetos para escolas públicas, sala voltada a filmes nacionais, meia-entrada para clientes do banco patrocinador e a promessa de ingressos "cerca de 20% mais baratos" do que os valores cobrados em outras salas de cinema da região da avenida Paulista, disse Juca Ferreira.

Ainda de acordo com o anúncio desta terça-feira, o repaginado Cine Caixa Belas Artes manterá sua fachada clássica, tombada pelo Condephaat, mas terá suas estruturas internas modernizadas, ampliadas e com a acessibilidade correta para portadores de necessidades especiais.

Movimento Cine Belas Artes

Representantes do Movimento Cine Belas Artes, que surgiu em janeiro de 2011 após o fechamento do espaço, estiveram presentes no encontro para comemorar o projeto de reabertura do cinema de rua, um dos poucos que ainda restam na cidade. 

"Não é só reconquistar o cinema, é sinalizar para São Paulo que a nossa cidade pode ser mais sustentável, valorizar o espaço público, os parques, as praças", disse ao iG Beto Gonçalves, que é coordenador do Movimento.

Gonçalves antecipa que outros projetos culturais estão sendo propostos para a prefeitura, como a criação de um "corredor cultural" na rua da Consolação à Paulista, nos entornos do próprio Cine Caixa Belas Artes. "(A iniciativa) será para estimular a instalação de cafés, museus e mais espaços culturais, dar mais vida à cidade."

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas