"Gravidade" e "12 Anos de Escravidão" são grandes ganhadores do Critics Choice

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Filme de Alfonso Cuarón levou sete prêmios, mas perdeu o troféu principal para o drama de Steve McQueen

"Gravidade" e "12 Anos de Escravidão" foram os grandes ganhadores do Critics Choice Awards, prêmio entregue pela Associação de Críticos de Cinema e TV, que tem 281 membros e é a maior entidade de críticos dos EUA e Canadá.

A entrega dos prêmios aconteceu na noite de quinta-feira (16), horas depois de as indicações ao Oscar terem sido anunciadas. Enquanto "Gravidade" foi o longa mais premiado da noite, com sete troféus, "12 Anos de Escravidão" ganhou o principal, de melhor filme.

Leia também: "Gravidade" e "Trapaça" lideram indicações ao Oscar

AP
Steve McQueen, diretor de '12 Anos de Escravidão', posa com o prêmio de melhor filme no Critics Choice

O longa de Cuarón levou melhor diretor, filme de ação, filme de ficção científica, efeitos visuais, montagem, fotografia e atriz de ação para Sandra Bullock. "12 Anos de Escravidão" também foi premiado nas categorias roteiro adaptado e atriz coadjuvante (Lupita Nyong'o).

Leia também: Como assistir aos filmes indicados ao Oscar

O estrelado "Trapaça", sobre a corrupção na década de 1970 nos Estados Unidos, venceu nas categorias de melhor comédia, melhor elenco e melhor atriz de comédia (Amy Adams).

AP
Sandra Bullock recebe prêmio de melhor atriz de filme de ação no Critics Choice

Leonardo DiCaprio foi escolhido o melhor ator em comédia por "O Lobo de Wall Street".

Cate Blanchett, favorita ao Oscar, levou o Critics Choice de melhor atriz por sua atuação em "Blue Jasmine", no qual interpreta a desequilibrada esposa de um fraudador financeiro.

Leia também: Dez curiosidades sobre os indicados ao Oscar

Jared Leto recebeu o prêmio de melhor ator coadjuvante por "Clube de Compras de Dallas", no qual interpreta um transexual com aids.

Ele dedicou o troféu a "todas as pessoas do mundo que vivem com o HIV e a todas as pessoas que perderam suas vidas por causa dessa terrível doença".

Leto já havia recebido o Globo de Ouro e concorre ao Oscar em 2 de fevereiro - assim como McConaughey, que recebeu o Critics Choice de melhor ator interpretando o soropositivo Ron Woordroof no mesmo filme.

"Obrigado, isso é divertido", disse McConaughey, agradecendo ao verdadeiro Woodruff, que morreu na década de 1980, por "levar uma vida bastante digna de ser colocada na telona".

O francês "Azul É a Cor Mais Quente", que ficou fora da disputa do Oscar, ganhou o prêmio de melhor filme em língua não inglesa. Adèle Exarchopoulos, de 20 anos, ganhou na categoria melhor ator/atriz jovem.

"O Grande Herói" foi escolhido como melhor filme de ação, e Mark Wahlberg foi o melhor ator nesse gênero. "Frozen - Uma Aventura Congelante" levou o prêmio de melhor animação, e "Let It Go", que está na sua trilha, foi escolhida a melhor canção. "Ela" recebeu o prêmio de roteiro original.

Com Reuters

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas