No Twitter, Mia Farrow relembra acusações de pedofilia contra Woody Allen

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Atriz se revoltou com homenagem do Globo de Ouro ao diretor, de quem se separou em 1992 em meio a escândalo

A atriz Mia Farrow usou o Twitter para protestar contra a homenagem a Woody Allen no Globo de Ouro deste domingo (12). Em seus comentários, ela lembrou as acusações de pedofilia enfrentadas pelo diretor, que não compareceu à premiação, mas foi celebrado pelo conjunto da obra.

Leia também: Tudo o que aconteceu no Globo de Ouro 2014

Getty Images
A atriz Mia Farrow, em foto de 2013

Farrow não escondeu seu incômodo com a homenagem. A atriz, que fez 13 filmes com o diretor, manteve um relacionamento amoroso com ele por mais de uma década. A separação aconteceu em 1992, em meio a um escândalo: Farrow descobriu que sua filha adotiva, Soon-Yi, tinha um affair com Allen (o casal, aliás, está junto até hoje).

Durante a batalha judicial pela guarda dos filhos, a atriz acusou o cineasta de ter abusado sexualmente de uma das crianças, Dylan, então com 7 anos. Ele negou as acusações e foi absolvido, mas perdeu o direito de ver a menina. Os filhos mais velhos cortaram relações e ainda não falam com Allen.

AP
Diane Keaton recebe prêmio em nome de Woody Allen

Veja: As mulheres de Woody Allen

No momento em que a homenagem começou, Farrow twittou: "Hora de pegar um sorvete e trocar de canal para 'Girls'". Em seguida, publicou: "Boa noite a todos".

Seu filho, Ronan, foi mais explícito: "Perdi o tributo a Woody Allen. A parte em que uma mulher anunciou publicamente ter sido molestada por ele aos 7 anos veio antes ou depois de 'Noivo Neurótico, Noiva Nervosa?'"

Depois, a atriz publicou novas críticas: "Uma mulher detalhou publicamente o abuso que sofreu aos sete anos por parte de Woody Allen. O Globo de Ouro mostrou desprezo por ela e por todos os sobreviventes de abusos."

Em outro tweet, ela publicou o link de um recente artigo da revista "Vanity Fair" sobre o caso: "Ele é pedófilo? Leia e decida por si mesmo."

Foi Diane Keaton, a primeira grande musa de Allen, quem aceitou o prêmio em seu nome. Durante o discurso, a atriz chegou a cantar um trecho da música infantil "Make New Friends (But Keep the Old)" ("faça novos amigos, mas mantenha os velhos") para resumir os 45 anos de amizade com o diretor.

Keaton celebrou Allen principalmente por ter escrito excelentes papéis femininos.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas