De briga com Björk a comentários pró-Hitler: as polêmicas de Lars von Trier

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Relembre as controvérsias que marcaram a carreira do diretor de "Ninfomaníaca"

"Enfant terrible" (ou "filho terrível") do cinema contemporâneo é um dos apelidos de Lars von Trier, o polêmico diretor dinamarquês que voltou aos cinemas nesta sexta-feira com "Ninfomaníaca".

Crítica: Em "Ninfomaníaca", Von Trier discute sexo, mas inova pouco
Mercado: "Ninfomaníaca" é maior lançamento de Von Trier no Brasil
Saiba mais: As marcas do cinema de Lars von Trier

Dono de filmes provocadores, Von Trier também é polêmico fora das telas e tem trajetória marcada por uma série de problemas nos set de filmagem e declarações controversas.

Relembre as principais polêmicas de Lars von Trier:

Cena do filme 'Ninfomaníaca', com Shia LeBeouf e Stacy Martin. Foto: DivulgaçãoImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesImagens do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Christian GeisnaesUma Thurman em cena de 'Ninfomaníaca'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: DivulgaçãoElenco de 'Ninfomaníaca', que conta com nomes como Uma Thurman e Willem Dafoe. Foto: DivulgaçãoCharlotte Gainsbourg em cena de "Nymphomaniac", novo filme de Lars Von Trier. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Ninfomaníaca'. Foto: Divulgação

Dedo do meio para o júri de Cannes

Von Trier ganhou três troféus no Festival de Cannes de 1991 com o longa "Europa", incluindo o prêmio do júri, que dividiu com "Hors La Vie", de Maroun Bagdadi. Não foi suficiente para o diretor, que queria a Palma de Ouro - dada, em decisão unânime, a "Barton Fink - Delírios de Hollywood", de Joel e Ethan Coen.

Em seu discurso de agradecimento, Von Trier chamou o cineasta Roman Polanski, presidente do júri, de "anão". Antes de deixar o festival, mostrou o dedo do meio para os jurados.

Divulgação
Björk em cena de 'Dançando no Escuro'

Briga com Björk

Trier finalmente ganhou a Palma de Ouro em 2000, com "Dançando no Escuro", que também rendeu o prêmio de melhor atriz para a cantora Björk. Apesar do sucesso do filme, os dois tiveram um péssimo relacionamento no set. A atriz chegou a rasgar o figurino de sua personagem e abandonar o set por quatro dias. 

Von Trier disse à revista "GQ" que ela também cuspiu no chão em vez de lhe desejar bom dia. "O problema fundamental é que nós dois estávamos acostumados a ter as coisas do nosso jeito", definiu.

Em seu blog, a atriz escreveu: "Ele (Von Trier) precisa de uma mulher para dar alma a seu trabalho. E ele as inveja e as odeia por isso, então precisa destruí-las durante as filmagens e depois esconder as evidências."

"Tortura" com Nicole Kidman

Estrela de "Dogville", Nicole Kidman evitou comentar as supostas desavenças com Von Trier no set. Porém, muitos acreditam que as dificuldades da filmagem levaram a atriz a desistir de participar das duas sequências do longa - "Manderlay" e "Wasington" (oficialmente, a justificativa foi a agenda cheia de Kidman).

Sobre o assunto, Von Trier disse: "Não acho que torturei Nicole Kidman em 'Dogville', mas sei que ela disse que fui duro", afirmou.

A atriz também recusou um papel em "Ninfomaníaca".

Getty Images
Stellan Skarsgard, Lars Von Trier e Nicole Kidman no Festival de Cannes de 2013

Ira dos defensores dos animais

Durante as gravações de "Manderlay", foi a vez de o ator John C. Reily abandonar o set. O artista ficou horrorizado com o fato de um burro ter sido morto para uma cena, e não adiantou que os produtores garantissem que ele estava velho e doente. Pressionado por defensores dos animais, Von Trier decidiu não usar as imagens.

Getty Images
Lars Von Trier durante a promoção de "Melancolia" em Cannes

"Persona non grata" em Cannes

Von Trier começou sua polêmica passagem pelo Festival de Cannes de 2011 posando para fotos com a palavra "fuck" escrita na mão. Mas isso não seria nada se comparado aos comentários pró-Hitler que faria depois, durante a entrevista coletiva sobre "Melancolia".

Ao falar sobre a influência da cultura germânica em sua vida, ele disse: “Eu achava que era judeu, era muito feliz por isso. Mas aí descobri que era nazista, quer dizer, minha família era alemã. Eu entendo Hitler. Claro que ele fez algumas coisas erradas. Mas eu o compreendo."

Depois de deixar a entrevista, o diretor fez um pedido público de desculpas, que foi aceito pela organização do festival. Ainda assim, Von Trier foi declarado "persona non grata" e banido do evento.

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas