Cineasta Jane Campion presidirá o júri do Festival de Cannes 2014

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Diretora neozelandesa é a única mulher ganhadora da Palma de Ouro; evento ocorre de 14 a 25 de maio

A cineasta neozelandesa Jane Campion será a presidente do júri do 67º Festival de Cannes, que será realizado entre 14 e 25 de maio. Campion será a primeira mulher a liderar os jurados desde Isabelle Huppert, em 2009.

No total, apenas nove mulheres assumiram a posição. Além de Huppert, Olivia de Havilland, Sophia Loren, Michèle Morgan, Françoise Sagan, Ingrid Bergman, Jeanne Moreau, Liv Ullmann e Isabelle Adjani.

Leia a série de reportagens do iG sobre a mulher no cinema:
Por trás das câmeras, mulheres lutam por oportunidades iguais
Retomada amplia espaço, mas mulheres são minoria no cinema brasileiro
Com poucos papéis femininos, Hollywood "esquece" mulheres da plateia

Getty Images
A cineasta Jane Campion no Festival de Berlim de 2013

A diretora também é a única mulher ganhadora da Palma de Ouro em Cannes - em 1993, por "O Piano". Anos antes, em 1986, ela ganhou a Palma de Ouro de curta-metragem por "Peel". Trata-se da única pessoa que conseguiu este feito duplo em toda a história do festival.

"Desde que fui a Cannes pela primeira vez, tive a oportunidade de ver o festival de muitos lados e minha admiração só cresceu", disse Campion, em comunicado. "Cannes consegue combinar e celebrar o glamour da indústria, as estrelas, festas, praias, a indústria, ao mesmo tempo em que mantém rigorosamente a seriedade sobre a arte e a excelência do cinema."

"Estou realmente honrada em presidir o júri. Aliás, mal posso esperar", acrescentou.

Siga o iG Cultura no Twitter

O diretor do festival, Thierry Frémaux, disse que a organização está "imensamente orgulhosa" do fato de Campion ter aceitado o convite. "Vinda de um país e de um continente em que o cinema é um fenômeno raro, mas poderoso, ela é uma daquelas diretoras que perfeitamente simboliza a ideia de que você pode fazer filmes como uma artista e, ainda assim, ter apelo para o público mundial."

Além de "O Piano", Campion dirigiu filmes como "Retratos de Uma Mulher", "Fogo Sagrado!", "Em Carne Viva" e "O Brilho de uma Paixão", que competiu em Cannes em 2009. Recentemente, foi elogiada pela minissérie de televisão "Top of the Lake".

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas