2013: O ano do terror no cinema

Por Fernando Antonialli , do iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Mercado de filmes de terror arrecadou mais neste ano do que em 2011 e 2012; Veja os maiores destaques

Com lançamentos como "Invocação do Mal", "Guerra Mundial Z", "A Morte do Demônio" e "Mama" são apenas alguns dos destaques até agora (a regravação de "Carrie" chega às telas em dezembro), o cinema foi dominado pelo terror em 2013.

Cena do filme 'Invocação do Mal'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Invocação do Mal'. Foto: DivulgaçãoCena do filme 'Invocação do Mal'. Foto: DivulgaçãoBrad Pitt em cena de "Guerra Mundial Z". Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Guerra Mundial Z'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Guerra Mundial Z'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'A Morte do Demônio'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'A Morte do Demônio'. Foto: DivulgaçãoRefilmagem de 'Evil Dead'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Mama'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Mama'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Mama'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Mama'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Sobrenatural: Capítulo 2'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Sobrenatural: Capítulo 2'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Sobrenatural: Capítulo 2'. Foto: Divulgação

Segundo o site The Numbers, a indústria norte-americana lançou um total de 26 filmes de terror neste ano. O número é um pouco menor do que o dos dois anos anteriores (32 em 2012; 28 em 2011), mas 2013 tem a vantagem de ter levado mais gente aos cinemas - e de ter gerado mais faturamento (veja os principais lançamentos do ano ao final do texto).

Até agora, os longas de terror foram responsáveis por 4,88% da arrecadação do cinema norte-americano, com valor de, aproximadamente, R$ 1,03 bilhão. Em 2012, o horror ficou com uma parcela de apenas 2,65%, o que correspondeu a "apenas" R$ 658 milhões. Em 2011, a fatia ficou em 4,04% - um total de R$ 942 milhões arrecadados.

Siga o iG Cultura no Twitter

Quando olhamos para os lucros individuais, 2013 fica novamente na frente. Segundo o site Box Office Mojo, entre os 15 filmes mais lucrativos deste ano no mercado norte-americano, "Guerra Mundial Z" fica em 9º lugar, com R$ 463 milhões (R$ 1,24 bilhão arrecadado mundialmente), e "Invocação do Mal" em 15º, com R$ 314 milhões (R$ 595 milhões mundialmente).

Em 2012 e 2011, nenhum filme de terror entra na lista dos 15 mais lucrativos. No anos passado, o longa de horror de maior arrecadação foi "A Mulher de Preto", que, com R$ 124 milhões no mercado dos EUA (R$ 292 milhões mundialmente), ficou na 61ª colocação. Já em 2011, em 26º aparece "Atividade Paranormal 3", que somou R$ 238 milhões (R$ 474 milhões mundialmente).

Divulgação
Imagem do filme 'A Morte do Demônio'

Por que gostamos de filmes de terror?

Se você adora filmes de terror, já deve ter recomendado um filme para alguém que o achou péssimo. Mas não duvide do seu gosto. Segundo a psicóloga Olga Tessari, o que causa medo em cada pessoa é "muito subjetivo e individual, depende da historia de vida de cada um, não temos como padronizar".

Segunda a psicóloga, o fato de se gostar ou não dos filmes de terror está relacionado à adrenalina que eles proporcionam. Enquanto algumas pessoas gostam dos efeitos proporcionados pelo aumento da substância no corpo, portanto gostam dos sustos no cinema, outras evitam, passam longe dos longas do gênero.

Tessari ainda cita a relação das nossas experiências quando crianças com o que nos assusta nos longas de terror. "(Os filmes) Nos remetem à infância, às histórias que escutamos na infância", explica. Porém, a forma como cada um "armazena na memória as experiências com o terror" é um fator determinante para a eficácia dos filmes.

"Se isso foi mal resolvido na infância, você pode passar a vida sem gostar (dos filmes de terror)."

Os melhores lançamentos de 2013

O iG seleciona abaixo os cinco melhores filme de terror lançados neste ano. 

"Invocação do Mal":
Baseado em uma história real, o filme acompanha o casal de pesquisadores paranormais Ed e Lorraine Warren (Patrick Wilson e Vera Farmiga) na investigação do que se tornaria o caso mais assustador de suas carreiras.

Carolyn e Roger Perron (Lili Taylor e Ron Livingston) moram com suas cinco filhas em uma casa de campo nos Estados Unidos. A família - que havia acabado de se mudar para a residência - logo percebe algo de errado. Aparições, barulhos inexplicáveis e objetos se movendo sozinhos os levam a procurar a ajuda do casal de investigadores.

"Guerra Mundial Z"
O longa acompanha Gerry Lane (Brad Pitt), um ex-funcionário da ONU que acompanha as mudanças geopolíticas e sociais geradas pelo apocalipse zumbi. O filme prioriza as cenas de luta pela sobrevivência, passando por momentos mais frenéticos no começo até cenas mais calmas no final.

Divulgação
Imagem do filme 'Guerra Mundial Z'

"A Morte do Demônio"
O filme é um regravação mais sangrenta e violenta do clássico de 1981 "The Evil Dead". No longa, cinco amigos vão para uma cabana em uma floresta. Os problemas começam quando Eric (Lou Taylor Pucci) abre um livro de magia negra (apesar das claras mensagens contra) e Mia (Jane Levy) é possuída por um demônio. Como ela está em reabilitação, seu irmão David (Shiloh Fernandez) acredita que se trata de um ataque de abstinência.

"Mama"
No longa, Jessica Chastain ("A Hora Mais Escura ") é Annabel, integrante de uma banda de rock que leva uma vida desregrada com seu namorado, Lucas (Nikolaj Coster-Waldau). A vida do casal muda quando duas sobrinhas de Lucas, desaparecidas há cinco anos, são encontradas. As crianças, que passaram todo esse tempo em uma floresta, têm dificuldade de se adaptar à sociedade novamente e continuam a chamar por 'Mama', entidade que as ajudou a sobreviver.

"Sobrenatural: Capítulo 2"
O filme retoma os acontecimentos exatamente onde pararam com o original de 2010. Depois de ir a um lugar habitado somente por espíritos, conhecido como "O Além", para salvar seu filho, Josh (Patrick Wilson) retorna para matar a invetigadora paranormal que estava ajudando a família. Renai (Rose Byrne), ao descobrir o cadáver, é assombrada pela dúvida: foi seu marido quem voltou ou outra coisa?

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas