Joel e Ethan Coen fazem comédia melancólica em "Inside Llewyn Davis"

Por Luísa Pécora , iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ótimo filme sobre cantor folk na Nova York dos anos 1960 foi praticamente ignorado pelo Oscar

Llewyn Davis, o fictício protagonista do novo filme de Joel e Ethan Coen, poderia ter sido Bob Dylan: tinha talento (não o mesmo, mas algum), tocava violão e participava da cena folk da Nova York dos anos 1960, a mesma de onde o cantor de "Like a Rolling Stone" emergiu. 

Ele poderia ter sido Bob Dylan, mas não foi - e é essa a grande questão de "Inside Llewyn Davis", que estreia nesta sexta-feira (21), após ter sido o filme de abertura da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo do ano passado.

Imagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoCena de "Inside Llewyn Davis", dos irmãos Joel e Ethan Coen. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: DivulgaçãoImagem do filme 'Inside Llewyn Davis'. Foto: Divulgação

Premiado com a segunda maior honraria do Festival de Cannes de 2013, "Inside Llewyn Davis" passou todo o ano passado sendo considerado um dos favoritos ao Oscar. Mas quando as indicações foram anunciadas, em janeiro, a Academia demonstrou pouco amor pelo filme: apenas duas indicações, para fotografia e mixagem de som.

No longa, os irmãos Coen recriam um período de efervescência musical na região do Greenwich Village. Uma das fontes de inspiração para o roteiro foi o livro de memórias póstumas de Dave Van Ronk, "The Mayor of MacDougal Street" - título que faz referência a uma das principais ruas do bairro.

Siga o iG Cultura no Twitter

A ação é centrada em Davis, um perfeito "perdedor", para usar expressão tipicamente norte-americana. Sem renda fixa, está sempre duro e pedindo dinheiro emprestado. Sem lugar para morar, dorme na casa de amigos e conhecidos, pulando de um sofá para o outro. Durante o dia, anda pelas ruas frias de Manhattan sem casaco apropriado. E em meio a tudo isso, irrita ou decepciona praticamente todos à sua volta, e nem mesmo um gato parece estar a salvo perto dele.

AP
Joel e Ethan Coen no Festival de Cannes 2013

Davis fala pouco, mas não é difícil perceber que sofre com o término de uma parceria musical. Tentando se estabelecer como cantor solo, ele faz uma atribulada viagem a Chicago para um teste que pode mudar sua vida. Mas as canções que apresenta, tiradas do álbum "Inside Llewyn Davis", parecem sem graça, sem alma, quase tolas em comparação a "If I Had Wings", o sucesso que tocava com o antigo parceiro, ou "Hang Me, Oh Hang Me", música de Van Honk que Davis interpreta de forma belíssima logo na primeira cena do filme.

O contraste entre os diferentes momentos musicais (a ótima trilha foi supervisionada por T. Bone Burnett, com colaboração de Marcus Mumford e Justin Timberlake, que está no elenco) evidencia que "Inside Llewyn Davis" é, em grande parte, um filme sobre a perda e a dificuldade de expressar a dor. É, também, um retrato do momento crítico na vida de um artista forçado a questionar se chegou, enfim, o momento de desistir.

Tudo isso resulta em um longa bastante melancólico, mesmo nos momentos de humor tipicamente "Coenianos", nos quais tudo o que poderia acontecer de errado de fato acontece. A melancolia também dá o tom da ótima atuação de Oscar Isaac, que empresta a Davis desde o ar triste ao talento de quem já foi guitarrista profissional.

Com participações em filmes como "Alexandria", "Drive" e"W.E. - O Romance do Século", Isaac poderia nunca ter mostrado a que veio. Graças aos irmãos Coen, e a Llewyn Davis, mostrou.

Veja o trailer de "Inside Llewyn Davis":


compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas